Noticia

Com apenas 9 anos ele já demonstrava apoio a grupo terrorista

ThinkstockPhotos-485001486.690x460

Um garoto de 9 anos sai do seu lugar durante a aula, chega diante da classe e diz que apoia o grupo extremista Estado Islâmico, surpreendendo a todos.

O menino vive em Londres (Inglaterra), com a mãe e os irmãos. Ele conta que, depois de ver uma notícia durante os atentados em Paris, em novembro de 2015, se interessou em pesquisar mais sobre o ISIS (Islamic State of Iraq and Syria – Estado Islâmico do Iraque e Síria), também conhecido como EI (Estado Islâmico).

A pesquisa na internet o levou a um documentário sobre crianças recrutadas pelo grupo como soldados, o que o deixou impressionado. E não parou por aí. O garoto, cuja a identidade não foi revelada, continuou a sua busca pela internet e assistiu a vídeos com execuções feitas pelo grupo extremista.

Mesmo impressionado com as cenas às quais assistiu, o garoto não esboçou nenhuma emoção.

Ele foi acompanhado pelo programa britânico Prevent, que cuida de crianças e adolescentes. E, para a surpresa da assistente social, foi descoberto que, no mesmo período em que se interessou em pesquisar mais sobre o assunto, ele também estava sofrendo bullying na escola.

A situação do menino revela a vulnerabilidade a que muitas crianças estão expostas, da qual, muitas vezes, os pais não fazem ideia.

Mas como evitar que ideias erradas sejam desenvolvidas na mente dos filhos?

Faça tempo para a sua família

O bispo Renato Cardoso explica que antes esses inimigos eram facilmente detectados, mas hoje estão disfarçados. “Eles entram todos os dias em nossa casa pela tela da tevê; estão a apenas um click no computador e a um toque no smartphone; nas músicas que assobiamos ou cantamos inocentemente para enfrentar o estresse do trânsito; nas ideias destrutivas que apelam aos nossos instintos mais humanos como cobiça, egoísmo, inveja e raiva; estão nas leis, no sistema, na religião”, destaca.

O bispo ressalta a importância de dedicar um tempo exclusivo para a família, a fim de que essa distância não dê espaço a situações como a desse menino inglês.

Ele dá algumas dicas de como fazer tempo para a sua família:

– Sentar juntos para refeições;

– Conversar mais sobre o que está acontecendo na vida de vocês atualmente;

– Compartilhar mais sobre o seu dia;

– Se interessar pela vida escolar e educação dos filhos;

– Se abrir mais com os filhos;

– Fazer alguma tarefa na casa juntos.

Ao fazer tempo para eles, você os estará protegendo.

Todos os domingos, o bispo Renato e esposa dele, a escritora Cristiane Cardoso, ministram a palestra Transformação Total para Pais e Filhos, às 18h, no Templo de Salomão, na capital paulista. Caso você não esteja na cidade, é possível assisti-la pelo Univer Vídeo.

Fonte:  Universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *