Auto Ajuda – Maio 2016

elaine rochaDando continuidade à aprendizagem de como nos tornarmos mulheres excelentes, aconteceu mais um encontro Godllywood Auto Ajuda.

E este sábado, dia 21 de maio, viemos descobrir algo que tem estado ausente nos relacionamentos: A Apreciação.

A falta de apreciação por parte da mulher tem feito com que viva a reclamar constantemente.

Muitas que idealizaram ter um casamento feliz, um marido que ela pudesse cuidar, agora que está casada, esquece o que fez para ter esse sonho realizado, tornando-se um peso cuidar e conviver com as diferenças. O que antes era motivo de alegria, passa a ser motivo de reclamação – deixando assim de valorizá-lo.

Sem esquecer das solteiras, vemos que muitas sonham em constituir a sua família, e infelizmente também caem no erro da falta de apreciação, passando a murmurar e a olhar somente para o local onde vive, deixando assim de apreciar a grandeza do seu Deus, que pode trazer para ela alguém de qualquer lugar do mundo.

A Falta de apreciação está a cada dia mais presente no círculo familiar, amoroso e de amizades. Desde os pais para com os filhos, como também entre amigas.

barNós mulheres temos facilidade em criticar, em falar dos defeitos. Mas, podemos mudar!

A falta de apreciação, para com as pessoas que nos rodeiam, faz-nos feias. Leva-nos a reclamar, faz-nos desvalorizar as oportunidades e até mesmo as nossas responsabilidades.

Talvez a sua murmuração, não seja verbal, mas interna.

No Centro de Ajuda, temos criado inúmeras oportunidades, através dos grupos, justamente para investir em você. E qual tem sido a sua atitude? Tem apreciado essas oportunidades ou rejeitado através da murmuração?

É impossível nos relacionar com alguém que está sempre a reclamar. Nem Deus consegue! Ele entende, ajuda, livra, mas chega a um ponto que Ele deixa a pessoa seguir os seus próprios caminhos. Foi o que aconteceu com o povo de Israel e acontece hoje.

Por vezes dizemos que o povo de Israel era um povo difícil, ingrato. Mas quantas vezes agimos de igual modo?

“Deixando, pois, toda a malícia, todo o engano, e fingimentos, e invejas, e toda a murmuração.”

É preciso estar atenta a si mesma, para não cair nesse erro. Existem sonhos que você ainda não realizou, mas, você já teve conquistas, certo? Não acontece tudo de uma vez, por isso não murmure.

Para você ser beneficiada, há um preço a pagar e a primeira coisa a fazer é você estar atenta.

Você sabia que Jesus também deseja que O apreciemos? Podemos observar isso no início da oração que Jesus nos ensinou.

E ainda através da seguinte referência: “E o Senhor Deus fez brotar da terra toda a árvore agradável à vista, e boa para comida;”.

A criação foi feita de forma agradável, para que pudesse ser apreciada.

tmTanto a apreciação, como a murmuração, são um espírito.

“Ter um espírito excelente é ter um espírito de apreciação!”

Deus nos deu três coisas:

  1. O maná: a Palavra de Deus
  2. A coluna de fogo: o Espírito de Deus
  3. Tabernáculo: Igreja

Assim como no passado, Deus queria habitar no meio do povo, hoje Ele quer estar dentro de nós.

Deus quer relacionar-se consigo! Desde o princípio da Bíblia pudemos ver isso, quando descia para estar com Adão e Eva. Mesmo quando deixou a forma humana, deixou-nos o Seu Espírito para manter esse relacionamento.

Mas, esse relacionamento não é possível, quando há conflitos.

Que valor tem dado ao tabernáculo, que é você?

Quando se ver incapaz, sem condições, considere e aprecie o Espírito de PODER que está em si, Ele irá ensiná-lá.

Quando se auto critica, está a auto desvalorizar-se.

Existem três passos que mostram a apreciação:

1. Escolha para onde olhar

2. Palavras e gestos

É preciso que você expresse, exteriorize. Agradeça, elogie…não economize na sua apreciação.

3. Pare de murmurar

Não é fácil praticar, mas, se exercitar, conseguirá. A murmuração afasta-nos de Deus. Por isso, afaste-se dela.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Andréia Sousa - Almada Responder 24 Maio, 2016 às 9:14

Foi uma reunião maravilhosa, o Auto-Ajuda tem revolucionado as nossas vidas, será impossível sermos as mesmas depois destas reuniões, tive a oportunidade de ver onde estava errando e de agora em diante poder fazer tudo diferente, houve algo que chamou muito a minha atenção nesta reunião, foi quando a Sra. Elaine disse que o Espírito de Deus se sujeita ao nosso espírito, ou seja Deus fica impossibilitado de agir quando nós não deixamos Ele trabalhar no nosso interior.
Haverá um divisor de águas depois desta reunião na minha vida e tenho a certeza que na vida daqueles também que absorveram o verdadeiro espírito desta reunião.
Que venha a próxima!