Caravana do Resgate – Porto

Domingo, dia 30 de de junho, às 16 horas, Obreiros, evangelistas, jovens e membros do Centro de Ajuda do Norte, empenharam-se em RESGATAR aqueles que estão “perdidos”

Cerca de 2.000 pessoas compareceram ao evento, dentre elas 400 pessoas que estavam afastadas de Deus, pessoas que já não iam à igreja há muito tempo. O Pastor Rogério Silva, responsável pelos obreiros e obreiras em Portugal, ressaltou a diferença entre: andar e correr. “Enquanto a criança ainda é pequena, ela só gatinha. Depois desta fase, a criança começa a querer andar. Então, dá um passinho, cai e levanta-se, cai outra vez, até que, com o passar do tempo, ela cresce, firma os passos, e já pode CORRER. Muitos, foram chamados para a obra, porque estavam a “correr”. O Espírito Santo mostrou-nos que aquela pessoa tinha qualidades para FAZER a obra de Deus, não somente pelo fazer, mas, principalmente, pelo que ela demonstrou SER.

O obreiro que está sempre a CORRER, não diz não a nada! Ele está sempre presente, disposto, pronto, determinado, mantém o seu espírito de servo, está sempre presente nas reuniões, nas vigílias, nas evangelizações, e é sempre ativo na Obra de Deus.

Mas, quando o obreiro deixa de SER e FAZER, é porque já não está mais a CORRER, então, ele agora, começa a ANDAR devagar, falta às reuniões, já não mais evangeliza, enfim, já não é mais ativo na Obra de Deus. E por não se cuidar, ele vai acabar por PARAR.”

“Vós corríeis bem; quem vos impediu de continuardes a obedecer à verdade?” (Gálatas 5.7)

“Muitos CORRIAM bem, mas porque deixaram de obedecer à verdade, acabaram por PARAR. SACRIFICAVAM, mas deixaram de SACRIFICAR. ORAVAM, mas deixaram de ORAR, LIAM E MEDITAVAM NA BÍBLIA, mas deixaram de LER E MEDITAR. JEJUAVAM, mas deixaram de JEJUAR. EVANGELIZAVAM, mas deixaram de EVANGELIZAR. VISITAVAM os doentes, mas deixaram de VISITAR. FAZIAM MUITO MAIS PARA DEUS e deixaram de FAZER. Enfim, deixaram mesmo de CORRER!”.

“Não sabeis vós que os que CORREM no estádio, todos, na verdade, CORREM, mas um só leva o prémio? CORREI de tal maneira que alcanceis.” (1 Coríntios 9.24)

Abraão e Isaque sempre CORRERAM, por isso, eram A PRÓPRIA BÊNÇÃO. Jacó vinha ANDANDO, enganando a muitos e a si mesmo. Quando ele fez passar o seu TUDO pelo VAU DE JABOQUE e ficou a SÓS com DEUS, ele mostrou que agora estava a CORRER, para se tornar a PRÓPRIA BÊNÇÃO e ser de verdade um PRÍNCIPE.

O OBREIRO QUE QUER UMA NOVA IDENTIDADE, TEM QUE CORRER E NÃO SOMENTE ANDAR. E quem CORRE sacrifica, quem ANDA não sacrifica, porque está quase a PARAR, ou, infelizmente, já PAROU. O trabalho de libertação espiritual foi feito, e, no final, 28 pessoas foram Batizadas nas Águas.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sem comentários

Sidnei Roberto Marques de Souza Responder 15 Julho, 2013 às 13:30

Pr Rogerio Silva,vi,as fotos do resgate ,nao conhecia a nova sede do Porto,bem linda,pena que com o passar do tempo,as pessoas ,mudam,nao criam raizes,estou orando por ti e a Cristina. abraços Bp Sidnei Roberto