Notícia

Chernobyl = Você?

Chernobyl = Você?No dia 26 de abril completaram 30 anos desde que o maior acidente nuclear do século vinte aconteceu.

Uma tragédia que, no próprio dia, roubou a vida de 28 trabalhadores da fábrica e de milhares nos anos seguintes, devido à exposição aos altos níveis de radiação.

Milhares continuam ainda a ser acompanhados até ao dia de hoje, a fim de observar os efeitos, possivelmente, invisíveis até então.

Segundo a página do Instituto de Energia Nuclear, o desastre aconteceu quando operadores da central tomaram medidas em direta violação de especificações técnicas da central. Estes diminuíram demasiado os níveis de energia, sem tomarem as devidas precauções de segurança e sem coordenarem ou comunicarem o procedimento à equipa de segurança técnica da central.

Os reatores ficaram, então, altamente instáveis devido à baixa potência, o que resultou num surto de energia incontrolável e levou à destruição do reator 4. O incêndio durou 10 dias.

A central de Chernobyl não possuía a estrutura de contenção comum à maioria das centrais nucleares do resto do mundo e, como consequência, as altas quantidades de material radioativo escaparam para o meio ambiente.

Mas o que é que Chernobyl tem a ver connosco hoje? Há tanto que pode ser aprendido com aquilo que aconteceu, mas gostaríamos de salientar apenas três pontos:

1. Insistir em fazer aquilo que é errado

Os operadores da central tinham conhecimento das consequências que as suas atitudes podiam provocar.

Há riscos que valem a pena! Mas quem “brinca” com o fogo, mais cedo ou tarde, acaba por se queimar. Tenha cuidado em não correr riscos desnecessários para a sua vida. Afinal, fazer aquilo que é errado é como usar um cartão de crédito para adquirir tudo aquilo que deseja, no momento da compra só há prazer, mas no final do mês virá a conta.

2. Má comunicação

Se os operadores da central tivessem comunicado o que estavam a fazer à equipa de segurança técnica, a catástrofe poderia ter sido evitada.

99% dos problemas que enfrentamos na vida podem ser resolvidos através de uma boa comunicação. E o que é uma boa comunicação? Não é apenas informar, falar, expor, mas envolve também assumir responsabilidades, resolver e enfrentar.

3. Pouca coordenação

Não houve coordenação entre as equipas antes de acontecer o desastre. É possível que estas estivessem a desempenhar bem as suas funções a nível individual, mas para que tudo funcione bem, todas as equipas precisam de trabalhar em conjunto.

Você não é uma ilha, caro internauta. Você pode ser a pessoa mais inteligente, forte, responsável, organizada e eficiente à face da terra, mas sozinho você é limitado e nunca alcançará todo o seu potencial.

Olhe ao seu redor. Desenvolva o seu relacionamento com aqueles com quem trabalha, vive, fazem parte da sua família… uma mão aberta com os dedos separados nunca poderá dar um bom soco, mas e se os dedos estiverem unidos? Aí sim, fará estrago!

Não seja como Chernobyl! Já basta aquilo que aconteceu em 1986!

“Aprenda com os erros dos outros. Você não vai viver tempo suficiente para os cometer a todos novamente!”

Sam Levenson

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *