Notícia

Para todos que tiveram um ano desagradável

JahreswechselNesta época do ano, muitos sentem-se gratos por tudo que aconteceu no ano que brevemente será “velho”, mas para você que teve um ano difícil e, especialmente você que teve uma vida difícil até agora, pode ser difícil sentir-se grato.

Talvez esteja desempregado, só, sofre de alguma doença física, tem problemas constantes na família, não consegue alcançar os seus objetivos etc…

Posso estar a correr o risco de parecer como uma mãe dizendo ao seu filho para comer tudo, porque existem pessoas morrendo de fome na África, mas talvez estas perguntas possam ajudá-lo/la a encontrar pelo menos alguns motivos de sentir-se grato. É possível que isso ajude-o a aproveitar mais esta época do ano:

Neste ano…

Você esteve livre de dor, pelo menos, por uma parte do ano?
Bilhões de pessoas não tiveram.

Você teve o suficiente para comer?
Bilhões de pessoas não tiveram.

Você teve um teto sobre a sua cabeça por pelo menos uma parte do ano?
Bilhões de pessoas não tiveram.

Você tem um bom relacionamento com alguém, seja adulto ou criança?
Bilhões de pessoas não têm.

Você trabalhou e recebeu algum ordenado?
Bilhões de pessoas não receberam.

Você tem transporte disponível: carro, autocarro, comboio?
Bilhões de pessoas não têm.

Você vive em uma área que não é destruída pela guerra?
Milhões de pessoas vivem.

É dono de algo que lhe dá prazer? Se sim, liste-as.
Nem todo mundo tem.

Você assistiu TV ou jogou algum vídeo game este ano?
Bilhões de pessoas não puderam fazer o mesmo.

Você foi ao cinema?
Bilhões de pessoas não podem.

Desfrutou da natureza: caminhadas, passeios etc?
Milhões de pessoas não desfrutaram.

Você dormiu bem, pelo menos algumas noites?
Bilhões de pessoas não conseguem dormir bem.

Você sofreu com alguma doença terminal?
Milhões de pessoas estão a beira da morte hoje mesmo.

Independentemente daquilo que ainda queremos ou precisamos alcançar em nossas vidas, temos a tendência de esquecer daquilo que temos de bom, pelo qual devemos ser gratos. O ser humano rapidamente se acostuma com o que é bom, e esquece do facto de que muitos não tem o mesmo privilégio que eles têm.

Olhe para a sua vida, mas não para aquilo que você ainda não alcançou (tem muito tempo para isso), olhe para tudo que Deus tem lhe dado. Sim! Você conquistou, mas é pela misericórdia d’Ele que você ainda consegue ler estas palavras. Muitos não chegaram a ver a luz deste dia.

O novo ano não está longe, mas um dos fatores que irá determinar se você desistirá ou continuará na luta neste novo ano será a sua capacidade de perceber que, se você tem conseguido chegar até aqui, a única pessoa que irá parar-lhe de progredir será você mesma. Seja grato/a.

E 2015…como será? Isto só você pode responder e definir.

Tudo que você deseja alcançar, você pode, não depende da sua situação, condição ou muito menos dos outros. Depende apenas de si.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *