Noticia

A glória que dura por toda a Eternidade

490020488.690x460“Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas; mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em Me entender e Me conhecer, que Eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas Me agrado, diz o Senhor.” Jeremias 9.23,24

Conhecer o Senhor Jesus é a maior glória que o ser humano pode possuir, explicou o bispo Edir Macedo durante Palavra Amiga transmitida recentemente pela Rede Aleluia de rádio.

Porém, quando o Senhor afirma: “… mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em Me entender e Me conhecer…”, Ele não está falando de um conhecimento teórico, não é conhecer a história de Jesus e até crer que Ele morreu por você. Ele está se referindo a um conhecimento pessoal, íntimo, que só acontece quando a pessoa é batizada com o Espírito Santo. “É o Espírito Santo que nos apresenta Jesus”, afirma o bispo.

Todas as conquistas que uma pessoa pode obter neste mundo — bens materiais, família, saúde — é por tempo limitado, enquanto durar a sua vida terrena. Mas a glória proporcionada pelo encontro com Deus, pela experiência com o Senhor Jesus, durará por toda a Eternidade.

“É uma questão de inteligência. O que é melhor? Uma glória por 100 anos ou uma glória por toda a Eternidade? Somos nós que escolhemos”, destaca o bispo.

Quem obedece alcança a promessa

Conhecer o Senhor Jesus não é uma questão de merecimento, mas de obediência à direção do Espírito Santo. Foi o que aconteceu com os 120 discípulos que obedeceram à orientação do Senhor Jesus de permanecer em Jerusalém até que a promessa do Pai se cumprisse: o batismo com o Espírito Santo. Eles obedeceram, e por isso alcançaram a promessa. “Se não houvesse uma única pessoa que obedecesse não aconteceria o dia de Pentecostes.”

O bispo esclarece que assim também será neste Jejum de Daniel. Se apenas uma única pessoa participar com fidelidade, então o Espírito Santo virá com exclusividade para essa pessoa, devido à obediência dela. Mas se todos obedecerem, todos serão visitados por Ele. Portanto, o batismo com o Espírito Santo depende exclusivamente de você, da sua obediência.

“Quando nós enfatizamos, batemos nessa tecla para fazer o Jejum de Daniel, é para o seu próprio bem, porque as informações seculares só fazem encher a sua mente de coisas imprestáveis e sujeiras que este mundo oferece. Como você vai buscar o Espírito Santo em meio à sujeira? Então, esses 21 dias são justamente para que venhamos ficar limpos, lavados, a nossa mente ocupada apenas com as coisas celestiais, com os pensamentos de Deus. Quando nós fazemos isso, Deus vê o nosso esforço, o nosso sacrifício, a nossa vontade, o nosso querer. Ele está vendo que realmente queremos o Espírito dEle. Quando você se submete, está provando para Deus que crê, que você está esperando em Jerusalém.”

E o bispo ainda garante que dia 1º de março, último dia do Jejum de Daniel, será um dia muito especial na Universal: “Aguarde, porque esse dia será o mais especial da sua vida.”

Fonte: Univeral.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *