Notícia

Andressa Urach faz palestras na maior penitenciária feminina da América Latina

Internacional |

andressaUrach-penitenciariaRecentemente, a ex-modelo Andressa Urach (foto ao lado) visitou a Penitenciária Feminina de Santana, no Carandiru, zona norte da capital do estado de São Paulo, Brasil.

O local é considerado o maior complexo penitenciário para mulheres da América Latina, e abriga atualmente mais de 2,1 mil detentas.

Juntamente com voluntários do grupo Universal nos Presídios (UNP), Andressa esteve por três sábados seguidos no complexo, em pavilhões diferentes, para poder falar separadamente com as presas, sem perder a chance de evangelizá-las com calma, pois o local é muito grande.

Andressa e os voluntários do UNP levaram às reclusas uma palavra de fé e ânimo, já que, muitas vezes, a dor e o abandono são os principais companheiros delas dentro do cárcere.

andressaAbracandoPresaVida amarga

A exemplo da maioria das unidades prisionais, em que muitos detentos não recebem nenhuma visita, na penitenciária feminina de Santana não é diferente. Segundo os voluntários, ali há casos de mulheres que foram presas juntamente com os maridos; outros em que os pais estão doentes e, por isso, ficam impossibilitados de visitar a filha; ou ainda aqueles em que, por se sentirem envergonhados por ter a filha presa, não têm coragem de ir ao presídio. Enfim, diversos são os motivos que acabam fazendo com que muitas presas não recebam visitas.

Assim, a realidade dessas mulheres acaba se tornando ainda mais penosa, por isso o trabalho que a Universal realiza por meio desses voluntários é extremamente importante.

AndressaUrachPalestraImpactadas com a mudança

Nas visitas, além de contar a sua trajetória complicada de vida, Andressa Urach também distribuiu gratuitamente mais de 1,5 mil exemplares do livro “Morri para Viver – Meu submundo de fama, drogas e prostituição”, de sua autoria, que tem ajudado muita gente a compreender os planos de Deus em suas vidas. Muitas presas ficaram impactadas com a história de Andressa, por saber como ela alcançou a transformação por meio da fé.

“Deus não esqueceu-se de você e jamais lhe abandonou. Se Ele buscou-me, sendo eu quem era, ou seja, um trapo, um lixo de ser humano, por que não faria o mesmo por você? Busque a Ele, abandone essa vida errada, pois ela não lhe levará a nada. Não se entregue, lute”, orientou a ex-modelo.

Ao final de cada palestra, o hoje pastor Marcos Datri, que no passado também teve envolvimento com a criminalidade e ficou preso por muito tempo, ministrou orações em favor das presas.

Veja abaixo, na galeria de fotos, como foram os 3 dias de palestra no presídio:

Com informações de: universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *