Notícia

Astro do rock comete suicídio após ser criticado na internet

Internacional |

astroRock_suicidioA notícia da morte de Keith Emerson, de 71 anos (foto), fundador do grupo de rock “Emerson, Lake & Palmer” (ELP), da década de 1960, chocou fãs e o meio artístico no último dia 10 de março.

“Ele estava dormindo quando eu saí de casa, e quando voltei achei que ele estivesse dormindo ainda, mas então percebi o que tinha acontecido. Ele se foi. Eu ainda estou em choque total”, contou a namorada em uma entrevista ao jornal britânico The Mail.

Apesar do sucesso de longos anos, duras críticas na internet vinham entristecendo o astro. “Ele era uma alma sensível. No ano passado ele fez alguns shows e as pessoas postaram comentários maldosos, como ‘eu gostaria que ele parasse de tocar’”, lembra Mari.

Medo de não ser bom o suficiente

O músico tinha uma turnê marcada pelo Japão, porém, segundo Mari, ele começou a ficar atormentado pelo medo de não conseguir ser bom o suficiente, devido a um problema nos nervos das mãos e do braço direito, que já tinha lhe afetado em shows anteriores. “Mesmo eles tendo contratado um tecladista back-up para apoiá-lo (no Japão), Keith estava preocupado”, contou a namorada.

“Emerson não queria decepcionar os fãs, ele era perfeccionista, e saber que não poderia tocar mais tão bem o deixava depressivo, nervoso e ansioso.” Após a turnê, o músico tinha planos de reformar-se.

Uma autópsia comprovou que a causa de morte do músico foi mesmo suicídio. Segundo Mari, ele guardava uma arma em casa para proteção da família.

“Chocante. Keith era o meu herói por mais de 40 anos. Ele era um mestre dos teclados”, comentou um fã na internet.

“Um dos artistas vivos mais talentosos que já vi, de uma época em que você tinha que ser mais do que bom para destacar-se na multidão”, elogiou outro internauta.

Ignore as palavras negativas

O poder da palavra chega a ser sobrenatural, podendo ser uma arma a ser usada de forma positiva ou negativa. Neste caso, o efeito de uma crítica trouxe o suicídio como consequência.

Na vida nós temos duas escolhas: ou damos ouvidos às palavras negativas ditas pelos outros e nos fadamos ao fracasso, ou ignoramos e somos bem-sucedidos.

Embora não seja fácil decidir, isso é imprescindível no tocante às nossas escolhas, desejos, sonhos, metas, etc.

Não permita que a sua vida seja afetada pelo que os outros dizem ou pensam a seu respeito. Se for preciso, elimine até mesmo amizades que lhe colocam para baixo e não demonstram que torcem verdadeiramente por você.

Não se compare a ninguém

“Nosso erro muitas vezes é comparar-se com outras pessoas. Pensamos que elas são nossos concorrentes. Queremos ser melhores ou no mínimo tão bons quanto elas”, observa o escritor Renato Cardoso em seu blog pessoal.

Quantas pessoas alcançam o sucesso, destacam-se no mundo dos negócios, mas sucumbem diante de si mesmas, sendo derrotadas por pensamentos negativos e pessimismo dos que as cercam.

“Todos nós cometemos o erro de buscar o sucesso superando os inimigos externos. Mas o que conquistamos do lado de fora depende do que temos dentro: a nossa fé. O que faz tudo possível é o que cremos. E crença é algo que está dentro de cada um. Por isso, a maior superação é superar a si mesmo”, destaca Renato.

E você, tem dado ouvidos a palavras negativas? Livre-se disso hoje mesmo. Se você precisa de ajuda espiritual para lidar com as adversidades, ligue para o Amigo24h: 21 836 80 08.

Saiba mais acerca daquilo que irá acontecer no CdA nesta Semana Santa aqui. Não perca.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *