Notícia

Atentado terrorista deixa 22 mortos na Inglaterra

Internacional |

Um atentado terrorista deixou pelo menos 22 mortos e 59 feridos em Manchester, terceira maior cidade do Reino Unido, onde vivem mais de 2,6 milhões de pessoas.

O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (22), por volta de 23h35 (horário local) e, de acordo com a polícia local, foi cometido por Salman Abedi, um jovem inglês de 22 anos de idade.

Abedi preparou uma bomba caseira recheada com pregos, parafusos e outros artefatos metálicos que aumentam a destruição da arma. De acordo com os investigadores, o assassino se explodiu no lado de fora da Manchester Arena, onde milhares de pessoas haviam acabado de assistir a um show da cantora Ariana Grande, que não se feriu.

O público de fãs da Ariana é composto, principalmente, por crianças e adolescentes, por isso o chefe de polícia da cidade, Ian Hopkins, declarou: “Posso confirmar que há crianças entre os mortos.”

A explosão ocorreu 2 meses após o atentado em Londres, capital inglesa, que deixou cinco pessoas mortas e 40 feridas. Na ocasião, o Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque. O grupo jihadista reivindicou também o ataque em Manchester, com uma mensagem no Telegram e por meio de um comunicado da sua agência de informação, a Al Amaq, afirmando: “Isso é apenas o começo.”

Esse foi o pior atentado à bomba acontecido no Reino Unido desde os ataques ao sistema de transporte público londrino, em 2005, quando 52 pessoas morreram e mais de 700 ficaram feridas.

A hora da morte

Na manhã desta terça-feira (23) a polícia de Manchester informou, por meio de sua conta no Twitter, que um homem de 23 anos foi preso como suspeito de ser corresponsável pelos ataques na Manchester Arena.

Outro homem foi preso no centro comercial Arndale, próximo à Arena. De acordo com a polícia, essa prisão não tem relação com o atentado da noite anterior. Mesmo assim, Arndale foi evacuado. Relatos na internet afirmaram que houve outra explosão, mas a polícia não confirmou nem forneceu mais informações sobre o que teria acontecido ali.

Todos temem um novo ataque. Quando e onde, ninguém sabe.

De fato, ninguém conhece a hora da morte. Como aconteceu com essas 22 pessoas que saíam da Manchester Arena, a morte pode chegar inesperadamente para qualquer pessoa. Isso pode acontecer em um atentado terrorista, em um acidente de trânsito ou por causas naturais. É impossível saber.

“O corpo que se tem, por mais forte ou lindo que seja, um dia vai acabar”, afirma o bispo Djalma Bezerra. “Quando isso acontecer – e vai acontecer mais cedo ou mais tarde –, onde a sua alma viverá por toda a eternidade?”

De acordo com o bispo, existem duas opções de resposta para essa pergunta: no lago de fogo e enxofre ou ao lado de Deus. A escolha entre essas alternativas é tomada pelo homem a cada atitude, aqui na Terra, que pode aproximá-lo ou afastá-lo da Salvação.

“Se você quer que a sua alma viva na habitação celestial, quando essa casa terrestre se desfizer, então você não pode estar nu, e sim vestido da Armadura de Deus, que dará condições para você permanecer e prevalecer sempre”, afirma o bispo.

Para conhecer melhor a Armadura de Deus e o que espera o homem após a morte, participe do Estudo do Apocalipse, que acontece todos os domingos, num CdA perto de si!

Fonte: Universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *