Notícia

Bispos católicos são acusados de encobrir centenas de casos de abuso sexual infantil

Internacional |
bispos_pedofilia

Dois bispos católicos, que lideravam uma pequena igreja no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, ajudaram a encobrir centenas de casos de abuso sexual infantil, cometidos ao longo de 40 anos por mais de 50 padres e líderes religiosos, de acordo com um relatório de 147 páginas, emitido nesta terça-feira (1º) pelo júri responsável pela investigação.

Segundo o portal norte-americano Fox News, o inquérito foi baseado em dados encontrados em um arquivo pessoal da diocese Altoona Johnstown, lar de mais de 100 mil católicos, após um mandado de busca iniciado em agosto do ano passado.

Em pronunciamento, a procuradora-geral da Pensilvânia, Kathleen Kane (foto abaixo), disse que os dois bispos “priorizaram o desejo de evitar um escândalo público ao bem-estar das crianças”. O mais difícil do processo agora é aplicar penas criminais, já que muitos desses padres, responsáveis pelos abusos, já morreram; em outros casos, o tempo de julgamento já expirou ou as vítimas estão muito traumatizadas para depor. “As almas dessas crianças foram mortas. Elas não estão jogando baseball, elas estão tentando evitar padres”, disse Kane sobre as vítimas dos abusos.

Religiosos infratores

bp_catolicos_abuso_sexualO relatório envolve especialmente os bispos James Hogan – que liderou a diocese de 1966 a 1986 e morreu em 2005 – e Joseph Adamec, que o sucedeu e se aposentou em 2011, mas ainda está vivo. No entanto, o ex-sacerdote se recusou a testemunhar perante o júri em novembro último, o que indicaria uma autoincriminação. Seu advogado disse que as acusações contra Adamec são infundadas, já que, na época, ele enviou alguns padres acusados para avaliação psiquiátrica e a maioria deles foi afastada do clero.

Segundo o documento, os abusos foram cometidos em lugares como parques, confessionários, além de um orfanato da catedral católica. Um dos bispos que ocultou os crimes é acusado de ter transferido padres infratores, incluindo um que foi enviado para uma escola de meninos.

Série de escândalos

Os casos de escândalo de pedofilia entre padres entraram em ascensão nos Estados Unidos em 2002, a partir de denúncias. A Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos estima que as dioceses norte-americanas já pagaram quase 4 bilhões de dólares desde 1950 para resolver as reivindicações com vítimas.

Em algumas dioceses, os bispos criaram uma “tabela de valores” sobre quanto as vítimas deveriam receber de indenização da Igreja Católica.

“Centenas de crianças provavelmente poderiam ter sido salvas de uma vida miserável se algo tivesse sido feito lá atrás e, o mais importante, muitos desses abusadores poderiam ter sido processados criminalmente”, lamentou o advogado Richard Serbin, que tem lutado contra a diocese durante décadas.

Cura interior

Para essas vítimas, a dor maior não é a da impunidade, mas a ferida causada na alma, a qual punição alguma poderá curar. Os traumas foram levados para a vida e consequentemente para outras relações. Somente por meio da cura interior será possível reconquistar a alegria de viver. É com esse objetivo que o projeto Raabe, do Centro de Ajuda, tem ajudado milhares de mulheres vítimas de todo tipo de abuso, desde a violência doméstica à sexual. Se você é vítima, não se cale, peça ajuda hoje mesmo. Ligue para o Amigo24h 218 368 008.

[interaction id=”56d818054ab46a010368eead”]

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *