Notícia

Cartão verde pela honestidade

Internacional |

CartaoVerdeJogador italiano vê erro do árbitro a seu favor, mas insiste em corrigir o erro

No decorrer do jogo entre Vicenza e Virtus Entella, Cristian Galano recebeu um cartão verde, após ter alertado o árbitro de que o correto não seria marcar canto, pois a bola que tinha rematado saiu sem tocar em ninguém, devendo sim ser marcado pontapé de baliza.

Então, o árbitro anulou a marcação do canto e premiou o jogador pela sua conduta honesta, atribuindo-lhe o cartão verde. Esta prática teve início esta época na liga B italiana e está previsto que o jogador com o maior número de cartões verdes no final do campeonato venha a ser premiado.

Uma questão de princípios

Atualmente, não é muito comum ver alguém fazer o que é correto, sobretudo se tal atitude o vier prejudicar. Mas ainda existem pessoas que regem a sua vida de acordo com fortes princípios morais e religiosos, crendo que a honestidade e a justiça são valores a serem aplicados no dia a dia, em todas as áreas da sua vida.

“Os lábios de justiça são o contentamento dos reis; eles amarão o que fala coisas retas”

(Provérbios 16.13)

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *