Notícia

CdA Turquia: Trabalho e reconhecimento

Internacional |

2.690x460O Centro de Ajuda chegou à Turquia no início de 2015. Esses poucos meses de trabalho, entretanto, foram suficientes para provar o poder da fé e a força que o Próprio Deus dá àqueles que levam uma palavra de alívio aos sofridos.

Liderada pelo pastor Roberto Azevedo, o CdA já realizou a Primeira Caminhada do Amor no país, convidando pessoas que, inclusive, ainda não frequentavam o CdA. Os evangelizadores também realizaram o primeiro batismo em Istambul, com o jovem Manuel entregando-se ao Senhor Jesus. As reuniões da SuperAção, por sua vez, trouxeram ensinamentos e geraram testemunhos extraordinários de quem teve a vida transformada.

Todos esses esforços dos evangelizadores para disseminar a Palavra de Deus na Turquia têm gerado frutos e, um deles, foi o reconhecimento do embaixador brasileiro no país.

Cada vez mais forte

Nessa quarta-feira, dia 29 de julho, o responsável pela evangelização na Turquia, pastor Roberto Azevedo, reuniu-se com o embaixador do Brasil no país, senhor Luiz Henrique Fonseca.

No encontro, o pastor Roberto presenteou o senhor Luiz Henrique com a trilogia Nada a Perder, autobiografia do bispo Edir Macedo, que já vendeu milhões de cópias em vários países.

“Os assuntos sobre o Centro de Ajuda foram surgindo e, no final da conversa, ele pediu a nossa ajuda para com os presos”, afirma o pastor Roberto. “Ele entendeu que só por meio da fé viva aquelas pessoas terão oportunidade de recuperação”.

Os presídios turcos abrigam, atualmente, cinquenta e três brasileiros, todos cumprindo pena por tráfico de drogas. Na história recente do país, nenhuma igreja jamais entrou nos presídios para confortar, evangelizar ou conscientizar as pessoas. Isso e o fato de ser um trabalho tão importante na ressocialização dos presidiários faz com que o pastor Roberto anime-se com a oportunidade: “Será de suma importância para estas e outras pessoas que se encontram na mesma situação.”

O peso de estar preso em um país estrangeiro é tão grande que, no último final de semana, uma brasileira deu fim à própria vida dentro da cela. Diante disso, a experiência que a Universal tem em levar esperança aos mais necessitados fará grande diferença.

“A minha expectativa para esse trabalho é grande. Será o primeiro trabalho social a ser desenvolvido aqui pelo Centro de Ajuda. Tenho certeza de que, por meio dessa, outras portas para ação dos evangelizadores também serão abertas e muitas pessoas serão ajudadas”, conclui o pastor.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *