Notícia

Como você reage diante da crise?

Internacional |

barbaraMuitos poderiam chamar de sorte o que aconteceu com a norte-americana Barbara Knickerbocker-Beskind, atualmente com 91 anos de idade, ao ter um contrato assinado, há 2 anos, como designer numa empresa do Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos, onde estão as principais indústrias de tecnologia do mundo. No entanto, a conquista de Barbara é resultado da determinação que sempre existiu dentro dela, mesmo quando tudo caminhava para que desistisse, ela sempre andou na contramão da crise.

Apesar de não ter tido muitas opções na infância, Barbara sempre soube que não poderia se render. O pai, que era agente do FBI, ficou desempregado quando ela tinha apenas 1 ano de idade. “Durante a Grande Depressão, não tínhamos dinheiro para coisa alguma, então, tínhamos que atuar como solucionadores de problemas desde o início. Não havia alternativa. As únicas coisas que não fabricamos foram sapatos e óculos”, contou ela à BBC.

Barbara herdou a criatividade do pai e aos 10 anos estava convicta do futuro: queria ser inventora. “Mas o orientador vocacional em minha escola disse que mulheres não seriam aceitas em faculdades de engenharia. Fui então cursar economia do lar, pensando que talvez pudesse desenhar alguns novos abridores de latas.”

Em 1945, ela se graduou em Terapia Ocupacional pela Universidade de Syracuse, em Nova York, e começou a trabalhar com os soldados do Exército Americano (foto abaixo) que voltavam da Segunda Guerra Mundial. “Minha missão era fazer com que os pacientes ganhassem o máximo de independência possível – que conseguissem segurar uma colher ou um garfo, por exemplo.”

Tempo como aliado

Embora Barbara tenha se aposentado do Exército em 1966, aos 42 anos de idade, e tenha sido a primeira pessoa a abrir um consultório particular nos Estados Unidos, nunca parou de trabalhar.

Ao contrário de muitos, que têm o tempo como um inimigo, para Barbara ele foi um aliado importante. Em 1997, quando todos pensaram que era hora de uma pausa, ela deu mais um salto em sua carreira ao se formar em Belas Artes, aos 71 anos, para aprimorar o desenho de suas invenções.

Atitude em primeiro lugar

barbara2Em 2013, a força e a energia dela continuavam a todo vapor e, ao assistir uma entrevista na tevê com David Keely, fundador da empresa de design IDEO, algo mudou mais uma vez. “Quando vi a entrevista pensei que minha experiência pudesse ser útil. Ele aceitava e respeitava pessoas de várias origens. Eu tinha 89 anos. Sofro de um problema nos olhos que me impede de usar computadores, então escrevi uma carta.”

Uma semana depois a resposta veio. E, de repente, Barbara estava diante de 30 pessoas a dar uma palestra. Ela se tornou uma consultora para produtos e serviços voltados a idosos e pessoas com problemas de visão. Além de ser uma referência sobre longevidade profissional.

“Não espero que todo mundo goste de trabalhar como eu. Mas trabalhar é minha identidade”, declarou.

A fé não está em crise

Você reparou que a palavra “crise” tem sido ouvida com mais frequência nos últimos anos? Em tempos difíceis a crise parece ser a justificativa para tudo. “Mas a fé não está em crise”, argumenta o bispo Edson Costa, palestrante das Conquistas Financeiras. “Grandes empresários cresceram em época de crise.” O bispo ensina que uma pessoa pode se tornar um exemplo de superação em momentos desafiantes como esse.

Assista ao vídeo abaixo com o trecho dessa mensagem durante uma palestra:

A exemplo de Barbara, que nunca se deixou levar pelo pessimismo e sempre enxergou oportunidades onde os outros só viam buracos, você também pode reverter o quadro das adversidades em sua vida. Que tal aproveitar o momento para fazer do limão uma limonada, como dizem? Não espere por terceiros e comece hoje mesmo a fazer algo diferente.

Participe também das palestras das Conquistas Financeiras, que acontecem todas as segundas-feiras, no Centro de Ajuda. Clique aqui para ver um endereço mais perto de si.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *