Notícia

Comprar sem dinheiro

Internacional, Nacional, Notícias |

Durante reunião em São Paulo, bispo Edir Macedo explica como é possível tal feito nos dias atuais

146024173

Durante toda essa primeira quinzena do mês de julho, a Universal está vivendo a fé da Fogueira Santa de Israel, propósito que tem sido um divisor de águas na vida dos que atendem ao chamado do altar: o sacrifício.

Porém, sacrificar não significa entregar dinheiro à Igreja, como muitos erroneamente pensam, mas exercitar a crença na Palavra de Deus por meio de atitudes, como explicou o bispo Edir Macedo, durante reunião realizada em São Paulo, neste domingo (30), quando citou o seguinte trecho bíblico:

“Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde às águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde, comprai e comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite.” Isaías 55:1

No mundo capitalista no qual vivemos, como é possível fazer compras sem dinheiro? O bispo Macedo explica:

“Quando a pessoa não tem dinheiro e tem poder para comprar é porque ela sacrificou tudo, colocou o tudo dela no altar. O altar representa Deus. Quem não leva isso a sério fica de lado. Mas aqueles que são sinceros, honestos, que têm pureza de coração, esses que colocam tudo no altar, ficam sem dinheiro para comprar outras coisas, mas recebem de Deus poder (fé) para comprar o que quiserem. Aí está o segredo desse versículo. Deus só pede aquilo que está disponível em nossas mãos. Ele não faz questão do montante, o que faz a diferença não é a quantia em dinheiro, mas a fé que a pessoa tem em entregar o que possui no altar e ficar na expectativa do agir de Deus.”

A intenção da mensagem deixada pelo bispo não foi de convencer os fiéis acerca do que se deve ou não entregar a Deus, mas de conscientizá-los de que o caminho a trilhar, que trará consigo as bênçãos tão desejadas, é o da fé sobrenatural. “Se eu vou andar por esse caminho ou não é outra história. Se você fizer algo mais ou menos ou bom, que é inimigo do melhor, você não pode esperar aquilo que quer. Tem que fazer o melhor. Assim, imediata é a resposta, dependendo da sua crença, da sua fé. A resposta que queremos de Deus depende da disposição da nossa fé, da nossa entrega, da nossa consideração ao altar”, destacou.

Quando a pessoa está disposta a sacrificar, ela o faz crendo que o Deus no qual está buscando não é o que vive da glória do passado, mas um Deus de milagres, de poder, de manifestação de coisas grandiosas, como conclui o bispo: “O Deus de Abraão, de Isaque, de Israel não vive da glória do passado. O que glorifica a Deus são os fatos, não histórias. Tudo que está escrito na Bíblia é bonito, mas eu quero ver na minha vida. Para que eu possa ver as promessas de Deus na minha vida se materializando, tenho que dar um voto de confiança a esse Deus e me lançar de corpo, alma e espírito. Sem fazer uso da emoção, mas usando a cabeça. Pois Deus não vive de dinheiro ou de sangue, Ele apenas quer a manifestação da sua fé. E quando você age, então ali é medida a sua fé, a sua confiança, a sua dependência dEle.”

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sem comentários

João Marques (Portugal) Responder 14 Julho, 2013 às 8:24

Lembrei-me do rapaz que tinha alguns pães e alguns peixes.
Esta comida não era suficiente para alimentar todas as pessoas que ali estavam.
Quando aqueles alimentos foram colocados nas mãos de Jesus, o milagre pode acontecer.
O que nós colocamos nas mãos de Jesus é isso que ele multiplica.

Hélio Gabriel Mondlane Responder 1 Abril, 2014 às 8:14

Esta ligado é essa a Fé pois é sabido(mesmo sem crendo) que miseria não presta.