Notícia

Ele não se envergonhou da fé

Internacional |
ele-nao-se-invergonhou-fe

Tim Tebow, um ex-astro do futebol americano, surpreendeu os passageiros e a tripulação de um voo de Atlanta, estado de Georgia, para Phoenix, estado do Arizonas, ambos nos Estados Unidos.

O ex-atleta teve uma atitude nobre, mas incomum. Ao tomar conhecimento de que um dos passageiros passava mal, suspeita de ataque cardíaco, ele levantou do seu assento e foi ao encontro da vítima, que já estava sendo atendida pela equipe médica a bordo.

O que Tim fez não foi só uma demonstração de solidariedade, mas uma demonstração de fé. Pois, ele não somente foi confortar os familiares da vítima, mas unir a sua fé com a deles para orar por aquele homem.

“Eu vi um cara andando pelo corredor. Era Tim Tebow. Ele foi ao encontro da família que chorava em seu ombro. Eu assisti Tim orar com todo fervor por aquele homem. Ele buscou a Deus num momento difícil”, escreveu Richard Gotti, um dos passageiros, em uma rede social.

O acontecimento repercutiu nas redes sociais e em vários sites de notícias, mostrando o quanto uma demonstração de fé em público é considerada pela maioria das pessoas algo incomum, ainda mais tratando-se de uma celebridade.

E você, teria essa coragem?

Ao contrário de muitos, Tim não se envergonha da sua fé. Mas, infelizmente, muitos que se dizem cristãos, famosos ou anônimos, ficam intimidados diante de situações como essa e perdem a oportunidade de mostrar o poder de Deus por meio de uma oração.

A exemplo do apóstolo Paulo, que tirava proveito até das prisões para levar a Palavra de Deus a todos quantos pudesse, o jogador também soube tirar proveito dessa situação para mostrar àquelas pessoas a importância do uso da fé e a eficácia de uma oração.

“E quero, irmãos, que saibais que as coisas que me aconteceram contribuíram para maior proveito do evangelho; De maneira que as minhas prisões em Cristo foram manifestas por toda a guarda pretoriana, e por todos os demais lugares; E muitos dos irmãos no Senhor, tomando ânimo com as minhas prisões, ousam falar a palavra mais confiadamente, sem temor.”

(1 Filipense 1:12-14)

No livro de 2 Timóteo, no capítulo 4, versículo 2, o apóstolo ainda orienta:

“…Pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina”.

Vale lembrar as palavras do Senhor Jesus:

“Porque, qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do homem, quando vier na sua glória, e na do Pai e dos santos anjos”.

(Lucas 9:26)

Se você está com algum problema de saúde ou conhece alguém que sofre, participe do Dia da Cura das Doenças Crónicas para a cura do corpo e da alma, que acontece todas as terças-feiras, em um Centro de Ajuda mais próximo de si.

Com informações de: universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *