Notícia

Estado Islâmico crucifica cristãos

Internacional |
EI-crusifica-cristaos

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os extremistas muçulmanos continuam a crucificar pessoas diariamente no decorrer do Ramadão

Para o EI, estas pessoas não respeitam os princípios religiosos que ditam que os fiéis devem jejuar o dia todo. As execuções públicas, como, por exemplo, as crucificações, voltaram a acontecer. Normalmente, este “castigo” é reservado aos cristãos, chamados de infiéis, porque estes não seguem as premissas do Alcorão.

O presidente do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, Rami Abdulrahman, afirma ser impossível conhecer a identidade das pessoas executadas. Contudo, algumas fotos trazem bem explícito o motivo da condenação, sendo estas pessoas, muitas vezes, chamadas de “espiões” ou “aliados dos cruzados”.

O Observatório explica ainda que um tribunal da Sharia (lei religiosa muçulmana) é instaurado e dezenas de vítimas são julgadas e condenadas de uma só vez, incluindo mulheres e crianças.

Veja mais imagens abaixo:

Final dos tempos

“Ora, o Espírito [Santo] afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demónios…”

(1 Timóteo 4.1)

O termo apostatar quer dizer desviar-se ou afastar-se. Um sinal que já está a acontecer nos dias de hoje, pois inúmeras expressões religiosas têm distorcido o verdadeiro Evangelho, a Palavra de Deus, dando lugar a atos marcados pelo orgulho, fanatismo e extremismo.

Aprenda mais sobre o Fim dos Tempos no Estudo do Apocalipse, aos domingos, pelas 18H00!

Templo Maior
Rua Dr. José Espírito Santo 36
Marvila, Lisboa

Com informações de: gospelprime.com.br

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *