Notícia

Independência espiritual em Maputo

Internacional |

Maputo é a capital e a maior cidade de Moçambique, país do sudeste africano, e também um polo financeiro, corporativo e mercantil muito importante para esse país, que foi uma colônia portuguesa por mais de quatro séculos.

No último dia 25 de junho, quando se celebrava os 42 anos da independência de Moçambique, mais de 20 mil pessoas estiveram presentes no templo principal da Universal em Maputo para também clamar pela independência espiritual.

A concentração de fé e milagres foi ministrada pelo bispo João Leite, responsável pelo trabalho evangelístico em alguns países na África, acompanhado do bispo Luiz Moraes, responsável pelo trabalho de evangelização em Moçambique, e de bispos e pastores responsáveis pelo trabalho da Universal em todo o país. O templo ficou lotado e grande parte das pessoas teve que assistir à reunião da parte externa em frente à igreja.

Obter a cura e a vida transformada

O bispo João Leite ministrou uma oração de bênção e milagres em prol das famílias moçambicanas, dos oprimidos e por aqueles que traziam consigo uma dor ou preocupação. Ele orou para que todos saíssem daquela concentração com a vida transformada. Em seguida, todos levantaram as suas garrafas d’água, que foram consagradas a Deus, e ele determinou que a água dentro delas se tornassem um santo remédio para a cura física e espiritual de todos.
O bispo frisou que foi em Moçambique que nasceu o poderoso tratamento espiritual com a água e se espalhou por todo mundo. Segundo ele, falando particularmente do Brasil, milhares de pessoas que estavam a um passo da morte voltaram a ter vida graças a esse tratamento.

“A sua atitude traz existência ao poder da fé. Muitas vezes o que falta nas pessoas é atitude e coragem, porque quando se faz o uso da fé os resultados aparecem. Quem está na fé não depende do que ouve e nem do que vê, mas sim segue a voz de Deus dentro dela. Não é o tamanho da fé que traz resultados, mas a coragem para obedecer ao que a fé pede. Por isso, nas Escrituras Sagradas, Jesus diz que tudo é possível para aquele que crê. Não importa o tamanho do seu problema, Deus pode mudar a sua vida”, afirmou o bispo João Leite.

Após a oração, todos buscaram o Espírito Santo, o fortalecimento, a renovação e a transformação das suas vidas.

Réplica do Tabernáculo em Maputo

Com o objetivo de fazer com que o nome de Jesus seja glorificado em Moçambique, ainda durante a reunião especial de fé e milagres, o sacerdote Luan Steinheuser Vilvert, do Templo de Salomão, foi especialmente à Moçambique para entregar ao bispo Luiz Moraes a planta do Tabernáculo, que simboliza a morada de Deus na Terra, onde, inclusive, está sendo construída uma réplica no país.
“Assim como no passado o Tabernáculo servia como um ponto de contato entre o povo e Deus, um local de transformação, mudança, avivamento, restauração e purificação, essa construção no país africano servirá para que aquele povo tenha um ponto de contato com o Altíssimo, desperte a fé inteligente e alcance uma mudança de vida”, disse o sacerdote.

Para essa construção foram incumbidos de cuidar pessoalmente das obras já iniciadas, além do bispo Luiz Moraes, o pastor José Guerra, responsável pelas obras sociais e fundador na Universal no país, e o bispo Paulo Júnior, coordenador do trabalho evangelístico na cidade da Beira, Província de Sofala, em Moçambique.

Gostaria de conhecer e participar de um encontro na Igreja? Procure uma Universal mais próxima de você.

Fonte: Universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *