Notícia

Jovens da Universal mobilizam 80 mil pessoas em evento na Bahia

Internacional, Notícias |

IMG_8086.690x460Se em 2014 o “Saiba dizer não” (SDN) na Bahia mobilizou cerca de 35 mil pessoas, de acordo com a Polícia Militar, em 2015 esse número aumentou em mais de 100%.

Foram cerca de 80 mil pessoas, de todas as idades e classes sociais, reunidas na praça Wilson Lins, no bairro de Pituba, Salvador, todas levantando-se para dizer “não” ao que o mundo oferece de prejudicial.

O evento, organizado pelo grupo Força Jovem Universal (FJU), busca levar aos jovens o discernimento entre o que de bom e o que de ruim o mundo pode oferecer. Problemas como drogas lícitas e ilícitas, criminalidade, bullying e violência têm muito espaço na sociedade brasileira, principalmente entre os jovens. Saber distinguir o que trará bons e o que trará maus resultados é essencial nesse contexto.

O responsável pelo FJU no estado, pastor Alessandro Machado, explica que a importância do evento está em mobilizar as pessoas e fazê-las entender que é possível evitar e até mesmo abandonar os vícios e os maus hábitos que o mundo, muitas vezes, leva as pessoas a praticarem. “A maioria de nós enfrentou problemas com drogas, violência e preconceito, mas hoje estamos aqui ajudando outros jovens a vencerem, assim como nós vencemos um dia”, afirma o pastor.

O SDN Bahia 2015 teve início ao meio-dia e foi finalizado por volta das 18h do dia 22 de março último. Entre as atrações, estiveram presentes Mano Gil, Vou na Fé e Edfarias, além do grupo Cultura FJU, que realizou várias apresentações de dança e teatro.

O jovem Weverson Silva, de 17 anos, é assistente de gerenciamento de marketing e estudante de publicidade e propaganda. Ele explica que foi por intermédio das iniciativas do FJU que descobriu como se focar no seu crescimento como pessoa e como profissional, deixando de lado vícios e hábitos que poderiam prejudicá-lo. “Eu era bastante indeciso profissionalmente, mas, ao ingressar no Mídia FJU, tive a oportunidade de descobrir minha verdadeira vocação. No projeto sempre fui estimulado a aprender, a estudar, a enfrentar desafios. Aprendi a me valorizar”, conta ele.

Você já conhece o trabalho da Força Jovem Universal? Vá até a Universal mais próxima de você e veja de perto esse trabalho que já salvou tantos jovens.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *