Notícia

Modelo sofre ataque cardíaco após mensagens de ódio em redes sociais

Internacional |

modelo_morre_palavras_odioA modelo britânica Anna Sugar, de apenas 23 anos (foto), teve um ataque cardíaco após sofrer com comentários maldosos e ameaças de morte por redes sociais.

As mensagens começaram a ser publicadas há 4 anos, quando a jovem iniciou a sua carreira como modelo pin-up, nome dado a imagens produzidas que exercem forte atrativo pela cultura pop.

Segundo o jornal britânico Mirror, após o ataque cardíaco, Anna sofreu com mais críticas ainda, e, em outubro do ano passado, voltou a ser hospitalizada e foi diagnosticada com a síndrome de Takotsubo, uma condição cardíaca causada por estresse, também conhecida como síndrome do coração partido.

“Na maioria das vezes, as pessoas só veem a imagem e nem pensam que existe uma pessoa por trás disso que irá ficar chateada. Só queria saber o que eu fiz para merecer tanto ódio, mas todo mundo sofre com isso, mesmo sem razão”, reflete Anna, acrescentando que muitas pessoas chegaram a dizer que ela parecia mais sexy agora que estava para morrer.

Hoje, a jovem modelo luta para que outras pessoas não passem pela mesma situação. Ela incentiva a denúncia dos agressores à polícia, para acabar com o bullying nas redes sociais.

No Brasil

jessica-gorda-grafiteMas o caso da modelo britânica não é isolado. No Brasil, recentemente, a jornalista mineira Jéssica Balbino, de 30 anos, teve o muro da sua casa grafitado com as palavras “Jéssica gorda” (foto ao lado). Só que, ao contrário de Anna, a jovem reagiu de maneira surpreendente e publicou em suas redes sociais um texto rebatendo a ofensa: “Aí hoje eu acordei para ir trabalhar e tinha esse grafite no meu muro. Acho que faltou o ‘linda’ na frente, mas, ainda bem que contaram algo que eu sou, né? Ficaria chateada se tivessem dito que eu sou burra, criminosa, ou algo do tipo. Gorda é exatamente o que sou.”

O poder da palavra

O que uma pessoa expressa, seja por meio de palavras ditas ou escritas, é o reflexo do que ela pensa. As palavras são verdadeiras armas e podem influenciar tanto para o bem quanto para o mal, pois possuem força para destruir sonhos, reduzir a coragem e exterminar os desejos e também podem ser usadas para acalmar e até mesmo curar. Tudo isso depende da forma como são usadas.

Em seu blog, o bispo Júlio Freitas afirma que a palavra pode determinar o fracasso ou a vitória do ser humano. “Diariamente, em conversas rotineiras, ouvimos vozes embebidas de uma forte negatividade, e que determinam previamente o fracasso do ser humano”, destaca o bispo.

Se você deseja ser feliz mas tem dado ouvidos a palavras negativas, participe de uma reunião de fé em um Centro de Ajuda mais próximo de sua casa e aprenda como alcançar os seus objetivos e sonhos independentemente do que os outros dizem.

Se preferir, ligue agora mesmo para o Amigo24h.

Compartilhe essa matéria com os seus amigos e familiares.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *