Notícia

Mulher desiste de suicídio, mas é levada pela força do vento e morre

Internacional |
desisteSuicidio_morre

Do alto de um prédio de seis andares, uma jovem de 21 anos chamou atenção dos moradores da cidade de Fucheu, no leste da China, ao ameaçar se jogar, após uma discussão com o namorado.

Segundo o jornal britânico The Sun, a jovem (foto) estava sentada no batente, com as pernas já para o lado de fora do edifício.

Testemunhas disseram que várias pessoas tentaram convencê-la a não atirar-se. Até que finalmente ela desistiu. Porém, ao levantar-se para longe da borda, uma rápida rajada de vento fez com que ela tropeçasse e caísse. Ela ainda gritou por socorro enquanto caía, mas a morte foi inevitável.

O triste exemplo dessa jovem mostra que o mal está sempre à espreita de uma oportunidade, de uma mínima chance para nos atacar, assim como diz a Bíblia:

“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar.”

1 Pedro 5.8

Objetivo do mal

A Palavra de Deus também compara o objetivo do mal com o de um ladrão:

“O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir”

(João 10.10)

O ladrão dificilmente desiste da sua vítima, principalmente se ela der uma brecha. É o mesmo que acontece no campo espiritual. Quando damos uma oportunidade ao mal, nem sempre conseguimos impedir os seus planos a tempo. A jovem já havia desistido de cometer uma loucura, mas o mal não.

“Você está indo trabalhar, o mal está ao derredor, prestando atenção nas suas atitudes. Você está sozinho em casa, na frente do computador, não tem ninguém a olhá-lo, mas o mal está de olho em você. Tudo o que você faz não passa despercebido nem aos olhos de Deus nem aos olhos do mal”, destaca o bispo Edson Costa.

A presa mais fraca

Se você não estiver atento, sóbrio, poderá ser uma presa fácil aos olhos desse “leão”. No mundo selvagem, o “rei da selva” é um excelente estrategista, que vigia e estuda as suas futuras presas. O seu objetivo principal é identificar o ponto fraco de cada uma. Por exemplo, ao atacar uma manada de zebras, que pasta tranquilamente, o leão já sabe que os animais mais fortes estão no centro do grupo, enquanto os mais frágeis – velhos, doentes, filhotes – estão nas bordas.

No universo espiritual não é diferente. “Uma pessoa só está acesa espiritualmente se ela estiver com a vida no altar. Você pode ter 50 anos de Evangelho, mas se estiver longe, se apagará”, observa o bispo Edson.

Se você percebe que está distanciando-se de Deus, tem dado brechas ao mal e tem se sentido fraco espiritualmente, busque forças nEle para reerguer-se. Se quiser desabafar, ligue agora mesmo para o Amigo24h.

Se preferir, procure pessoalmente um Centro de Ajuda. Clique aqui para ver a morada mais próxima de si.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *