Notícia

O orgulhoso sempre perde a luta

Internacional, Nacional, Notícias |

Quantas vezes somos soberbos diante de Deus?

principal_1557

“Ele se acha!” Esse termo geralmente é usado para mostrar a característica de alguém orgulhoso. Segundo a psicóloga Debora Cristina de Macedo, quando alguém tem esse sentimento de soberba, quer sempre estar acima dos outros, ser o melhor.

É como se um lutador entrasse em um confronto pensando: “Já ganhei!” Então, o que ele faz? Zomba do adversário, o julga inferior e age como se pudesse vencer quando quiser. Isso também acontece quando vamos à frente de Deus e queremos resolver tudo do nosso jeito, pensando que sabemos alguma coisa.

Quantas vezes somos soberbos diante de Deus? Recebemos alguma bênção dEle e já pensamos que “somos demais”, “o mais amado de Jesus”. Ledo engano. Para Ele, somos iguais, não há hierarquia, amor maior ou maior consideração por esse ou aquele. Por isso, não podemos ser orgulhosos perante Deus.

Para a psicóloga, esse sentimento, normalmente, vem por conta de conflitos internos não resolvidos. “É a maneira mais fácil de encobrir ou fazer de conta que está bem resolvido, justamente querendo ser aquilo que não é ou mostrar ser aquilo que realmente gostaria de ser.”

É o que vemos acontecer com muitos “poderosos” ou famosos, orgulhosos por sua exposição, procurando sempre mais admiração e reconhecimento dos outros. “Isso já demonstra falta de estima, que precisa ser elevada pelos outros”, ressalta Débora.

O soberbo conhece de longe o “jeitinho brasileiro”. É sempre aquela forma que somente ele sabe, as pessoas que somente ele tem contato. É por isso que, geralmente, quando alguém quer resolver algo por suas razões, dá errado. “Vivemos com pessoas ao nosso redor, com regras, normas, valores e princípios que devem ser obedecidos. Quando fazemos algo ou tomamos decisões pelas nossas razões, certamente estamos infringindo alguma norma, e o resultado é o pior, pois estamos olhando para aquilo que queremos ou gostamos sem querer saber se é certo ou errado. O que vale é o que eu penso, e não o que seria correto”, explica a psicóloga.

“A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda.” Provérbios 16.18

É por isso que quem é orgulhoso e tem a soberba como cerne da sua vida um dia será “nocauteado”, e da maneira que menos espera, ou com o que mais julgava saber.

O soberbo se torna individualista, suas opiniões estão sempre em primeiro lugar e, por isso, é inseguro, está sempre na defensiva, não tem nenhuma percepção do outro. “Essas pessoas são arrogantes, orgulhosas, lhes falta amor ao próximo e humildade. Também são prepotentes e extremamente egoístas. Por conta desse comportamento, sempre se deparam sozinhas e não sabem lidar com a solidão, por pensarem que tudo deve estar girando ao seu redor.”

A pessoa soberba parece que está em um caminho sem volta. Mas, pode haver uma luz no fim do túnel se ela reconhecer que está doente. “Ela, se vendo dessa forma, precisa aprender a lidar com suas fragilidades, que certamente têm suas raízes no passado”, finaliza Débora.

“A soberba do homem o abaterá, mas o humilde de espírito obterá honra.” Provérbios 29.23

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *