Notícia

“Os Dez Mandamentos” é exibido em presídio

Internacional |

10Mandamentos_prisao_MGO Brasil tem a quarta maior população carcerária do mundo, contabilizando mais de 607 mil presos no sistema, de acordo com dados do Ministério da Justiça.

Minas Gerais é o segundo estado brasileiro com o maior número de detentos, aproximadamente 62 mil, ficando atrás apenas de São Paulo (cerca de 220 mil detentos).

Recentemente, cerca de 600 detentos do presídio de São Joaquim de Bicas 1, na Região Metropolitana da capital mineira, Belo Horizonte, assistiram a “Os Dez Mandamentos – O filme”. Foi a primeira vez no estado que presos tiveram a oportunidade de ver uma produção cinematográfica dentro de uma penitenciária.

Foram realizadas duas sessões, organizadas por voluntários do Grupo de Presídio da Universal, acompanhados do bispo Celso Araújo, coordenador estadual do grupo de Evangelização em Presídios. Segundo o bispo, o objetivo da ação foi proporcionar aos detentos uma reflexão sobre a necessidade de mudar de vida e, ao mesmo tempo, levar um pouco de descontração a eles, que puderam assistir ao filme tomando refrigerante e comendo pipoca.

Ações como essa buscam auxiliar no processo de ressocialização dos presos e mostrar a possibilidade de uma verdadeira transformação de vida.

Momento do Presidiário

No Brasil, mais de 8 mil voluntários da Universal visitam presídios periodicamente e levam apoio espiritual aos detentos por meio da Palavra de Deus.

Em Portugal e na Europa também há este projeto, onde voluntários capacitados têm ido realizar visitas em estabelecimentos prisionais.

Recentemente na Ucrânia, voluntários do Centro de Ajuda, puderam pela primeira vez visitar detentos em uma prisão perpétua, confira aqui como foi esta primeira visita coletiva.

Esse é um trabalho de extrema importância, que visa levar vida aos mais desacreditados, pois o Centro de Ajuda acredita na mudança das pessoas, pois o próprio Senhor Jesus acreditou em pessoas que para a sociedade eram casos perdidos.

Se deseja que façamos uma visita a um familiar que encontra-se preso, ou se quer saber mais sobre este projeto desenvolvido pelo CdA em Portugal e na Europa, clique aqui.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *