Notícia

Os inimigos de um casamento feliz

Internacional |

Para que um relacionamento dê certo é preciso que ambas as partes se empenhem nesse objetivo. Não basta amar, tem de haver troca, cumplicidade, confiança, humildade, respeito, renúncia, entrega, consideração…. E a lista continua.

Muitos casais fracassam porque deixam o egoísmo e o individualismo ditarem as regras dentro do casamento e esses são ingredientes infalíveis para tornar o convívio a dois insustentável. Deles, surgem outros ingredientes que, juntos, formam uma receita fatal para desconstrução de qualquer relacionamento. Confira quais são:

1 – Falta de controle financeiro

Num casamento saudável não existe “meu dinheiro” e seu “dinheiro”, mas sim, “nosso dinheiro”. Assim como nossa casa, nosso carro, nossa vida, nossos filhos, enfim. Nada é meu ou seu, tudo é nosso. Isso é casamento.

Renato Cardoso, apresentador do programa “The Love School – A Escola do Amor”, da Record TV, alerta que “atitudes como essas mostram falta confiança entre o casal, e essa falta de confiança é a raiz do problema e, se não for resolvida, pode acabar até em divórcio”. É preciso encontrar um método que vai ajudá-los a alcançar os objetivos econômicos”, aconselha Cristiane Cardoso, que também apresenta o programa ao lado do marido.

2 – Falta de consenso entre o casal

“Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?” Amós 3.3

Não é possível formar nenhum tipo de sociedade sem que as partes envolvidas partilhem dos mesmos sonhos e objetivos. No casamento não é diferente. Entretanto, levando-se em conta que são duas cabeças que na maioria das vezes pensam de forma diferente, haverá situações em que essa união de pensamentos não existirá, será preciso diálogo para chegar a um consenso e tomar uma decisão que se ajuste à necessidade do casal, e não a de uma das partes somente. Ora um cede, ora outro, sempre pensando no que é melhor para o relacionamento.

3 – Deixar que familiares interfiram na relação

Uma regra básica para um relacionamento dar certo é não permitir que terceiros – sejam eles amigos ou parentes -, interfiram ou opinem na relação. Quando isso acontece é problema na certa.

Quando você se casa tem de colocar o seu esposo ou esposa em primeiro lugar na sua vida. “Se o seu parceiro sente que a sua mãe, seu pai ou até os filhos, estão acima dele ou dela, isso poderá gerar conflitos no seu casamento. Faça o seu parceiro se sentir sempre o primeiro em sua vida”, aconselha.

4. Deixar que a rotina prevaleça

A rotina é uma das maiores reclamações dos casais e um dos erros mais comuns que eles cometem. Com o passar dos anos eles se acomodam e entram no piloto automático, e a relação se torna tediosa e sem graça.

Renato e Cristiane dão uma dica para fugir da rotina: é preciso que vocês separem tempo um para fazer coisas diferentes. Mas até para quebrar a rotina é preciso planejamento. Muitos casais se perdem porque estão preocupados no aqui e agora e se esquecem do amanhã. Para poder aproveitar o amanhã, você precisa planejá-lo hoje. Não adianta ficar esperando que as coisas aconteçam por acaso ou que sobre tempo para uma atividade fora da rotina, lembre-se: tempo não se tem, se faz.

5 – Falta de diálogo sobre o relacionamento

Dialogar não é falar. Há casais que falam muito, mas pouco dialogam. Falam sobre as contas, sobre as notícias, sobre o trânsito, menos sobre eles mesmos. Se algo não está legal, se uma atitude do parceiro ou parceira causou aborrecimento, a reação é fechar a cara e esperar que o parceiro adivinhe o motivo da insatisfação, quando seria muito mais eficaz uma conversa franca e aberta no momento oportuno.

Escolher a hora certa para falar, falar num tom suave sem ironias ou cobranças e ouvir mais do que falar, são algumas dicas que os apresentadores dão para melhorar o diálogo entre o casal.

6 – Discussões repetitivas sem solução

As discussões muitas vezes são necessárias, mas elas só são positivas quando alcançam o resultado esperado: a solução do problema.

“Casais que se amam acabam se separando, ou vivendo juntos como dois estranhos dentro de casa, porque não conseguem resolver os conflitos no relacionamento”, destaca Renato. Em vez disso ficam se acusando mutuamente e a única coisa que conseguem é se distanciarem emocionalmente cada vez mais.

Ele ensina que o segredo para pôr um fim definitivo a uma briga é combinar o que cada um fará dali em diante. Segundo ele, esse é o único jeito das brigas acabarem em abraços e beijos.

Para aprender a desenvolver um relacionamento feliz, participe da Terapia do Amor que acontece, todas as quintas-feiras,  numa Universal mais próxima de si. Consulte aqui as moradas

Fonte: Universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *