Notícia

Qual o motivo de tanto sofrimento?

Internacional, Nacional, Notícias |

Venha preencher o vazio da alma. Participe, nesta quarta-feira, da “Noite da Salvação”

tristeNem todo mundo mostra o que verdadeiramente é. Não que as pessoas devam saber o que se passa com você, ou ainda quais são os seus planos e dilemas, mas muitos transparecem felicidade e realizações que, internamente, bem lá no fundo da alma, só Deus sabe o que se passa com elas, pois são infelizes, amarguradas e entristecidas.

O vazio na alma, muitas vezes inexplicável, tem dominado muitas pessoas e, na maioria das vezes, nem elas mesmas conseguem identificar o problema.

Medicamentos, subterfúgios, baladas, viagens, estudo ou trabalho em excesso… Algumas já fizeram de tudo tentando encontrar a saída, mas nada nem ninguém foi capaz de trazer a paz que essas pessoas anseiam.

Certa ocasião, Jesus disse: “Deixo-vos a paz, a Minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.” (João 14.27).

Se você se encontra numa situação que lhe falta a paz, o sono, a alegria e a felicidade, então não perca mais tempo. O Senhor Jesus garante que deixou a todos essa paz, no entanto, é preciso buscá-la.

E onde encontrá-la? Às quartas-feiras, às 20h, no Centro de Ajuda, acontece uma reunião especial chamada “Noite da Salvação”. Por meio de ensinamentos e orações, inúmeras pessoas têm se libertado de todos os males e tristezas.

Essa palestra não apenas trará uma motivação para você viver, mas o fará encontrar o verdadeiro objetivo da Vida. Participe!

Moradas:

CdA de Lisboa – Rua Dr. José Espírito Santo 36, 1950-097
CdA do Porto – Rua Egas Moniz 485, 4050-237
CdA de Gaia – Rua do Agueiro 151, 4400-004
CdA de Coimbra – Rua do Sota 20, 3000-392
CdA de Portimão – Largo Gil Eanes, Lote A 8500-536
CdA do Funchal – Rua Dr. Brito Câmara 33, 9000-123
CdA de Ponta Delgada – Rua da Boa Nova 5, 9500-296

E nos mais de 110 CdA do país, encontre o mais perto de si aqui ou ligue para a Linha Amigo24hs 21 836 80 08

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *