Notícia

Quando há vontade de aprender

Internacional |
criancas-esforco

Quinze crianças chinesas têm de descer, por umas escadas feitas com paus de videira, um penhasco de 800 metros para poderem ir à escola

Um jornal digital chinês publicou fotografias que mostram a arriscada rotina das crianças da vila de Atuler, na província de Sichuan. Um grupo de quinze alunos escala um penhasco com 800 metros de altitude, duas vezes por mês, para poder ir à escola.

As crianças, com idades compreendidas entre os seis e os quinze anos, trepam umas escadas feitas com paus de videira, com as mochilas às costas. O percurso pode demorar duas horas em cada sentido e obriga as crianças a terem de deixar as suas famílias quando chegam à idade de ir para a escola, para assim poderem viver junto à escola, que fica no sopé.

As quinze crianças são guiadas por três adultos, que as vão buscar e deixar à escola sempre que estas visitam a família, duas vezes por mês.

criancas-esforco-2Sacrifício

Tudo o que conquistamos na vida implica esforço, sacrifício e perseverança da nossa parte, especialmente tudo o que esteja relacionado com Deus e com a nossa vida espiritual.

Se estas jovens crianças são capazes de sacrificar a sua vida pela aprendizagem e pela sabedoria, muito mais devemos nós sacrificar para fortalecermos a cada dia que passa mais e mais a nossa relação com Deus.

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…”

(Oséias 4.6)

Cabe a cada um de nós esforçar-se cada vez mais para buscar o conhecimento de tudo o que diga respeito ao nosso Deus, sem olharmos para a distância, o tempo ou o cansaço.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *