Notícia

“Saiba Dizer Não” reúne 80 mil jovens em Cabo Verde

Internacional |

20895669229_ba40124aee_oO evento SDN “Saiba dizer Não” reuniu 80 mil jovens em Cabo Verde, em diferentes ilhas, o mesmo foi realizado para a conscientização dos jovens no país.

O SDN foi realizado até agora nas ilhas de Santiago, São Vicente, Sal, Boa Vista, Santo Antão, São Nicolau, Fogo e ilha da Brava, e brevemente será realizado em mais algumas cidades do país.

A consciência que tem sido levada a todos os participantes é a seguinte: “Todos temos o poder do NÃO e ele evita muitas coisas que futuramente, pode causar varias consequências negativas a vida do jovem.” Os coordenadores da Força Jovem têm realizado as palestras sempre com exemplos práticos, para que todos entendam o quanto dizer SIM para as drogas, vícios, roubos, más amizades, prostituição e etc… É prejudicial para as suas vidas!

Em Cabo Verde, o índice de violência vem aumentando muito nos últimos anos, consequentemente a segurança da população fica debilitada, essa tem sido uma preocupação das autoridades do país, que até apelaram ao Força Jovem para desenvolver atividades com os jovens, para evitar este indicie de violência tão assustador.

O Força Jovem Cabo Verde (FJCV) tem projetos de grande auxilio aos jovens, deram-se início, como o SDN e também a orientação sexual, já que muitas jovens engravidam desde muito cedo, sem a consciência do que virá depois. A palestra “Juventude e o sexo” com o incentivo do uso do preservativo tem sido muito eficaz na vida deles. O FJCV também em parceria com o Coração de Ouro, a obra social do Centro de Ajuda, se une para realizar obras nas escolas como pinturas nas salas de aula, pavimento do recinto e outros. Também se realiza uma forte ação junto ao esporte, promove campeonatos de futebol entre os jovens.

O próximo projeto é o “Show Dance” (SD) que começa com uma seleção de grupos, que se apresentam os seus talentos para a dança, é uma espécie de competição para ver quem é o melhor… O SD se realiza em todo Cabo Verde, e depois os finalistas se encontram na capital do país para a disputa final. O Coordenador do FJCV, revela que a motivação de ganhar, faz o jovem se envolver nos treinos, estar concentrado em um objetivo e por isso é de grande ajuda, pois ao invés de estar com a cabeça vazia, se ocupa em aprender e desenvolver algo.

O trabalho sério e eficaz da FJCV, vai muito mais além de eventos e projetos, veja a historia do Kevin ele foi recuperado por este trabalho.

kevinChamo-me Kevin. Antes de chegar a FJCV, a minha vida era toda destruída. Eu vim de uma família problemática, marcada pela separação dos meus pais. Acabei por morar com os meus avós. Devido a um acidente que aconteceu com o meu pai, eu tive de ir morar com ele e cuidar dele, só que quando ele recuperou, eu queria  ter a atenção da parte dele, pois, sempre quis ter um pai presente na minha vida, mas isso não foi possível.

Como isso não aconteceu, acabei por procurar essa atenção na rua, comecei a andar com pessoas erradas, fui influenciado pelas coisas negativas, passei a ser uma referência para os meus amigos e isso era tudo que eu queria ser, uma referência pela negativa, pois, eu era o mais valente no grupo e o mais corajoso. Comecei a ter problemas na escola, eu que era um bom aluno, passei a ter notas baixas. Fazia parte de um grupo de gangue, andava armado, eu achava o tal, eu só me sentia forte e seguro quando eu estava armado, não podia andar em certos lugares porque se o outro grupo me encontrasse sozinho eles podiam matar-me, levava uma vida  arriscada.

Eu tinha duas fases, junto com os meus amigos eu sentia-me forte, mas quando eu estava sozinho a fraqueza tomava conta de mim, pois, eu tinha medo de encontrar a minha verdadeira pessoa.

Um dia eu estava dentro do meu quarto, liguei a televisão e no momento estava passando um testemunho que tinha tudo haver com a minha vida. E isso chamou-me bastante atenção. Decidi procurar a FJCV quando cheguei lá, fui bem recebido, segui as orientações e comecei a participar das palestras de motivação para mudar a minha vida.

Hoje sou um jovem feliz e liberto de todas as influências negativas, o meu vazio  foi preenchido, tenho paz e sou seguro de mim mesmo, sou forte graças minha vontade de mudar e sou grato a FJCV.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários

Stiven Fortes Responder 2 Setembro, 2015 às 14:02

Este evento é algo unico, que ja atingiu e ultrapassou o patamar das maiores actividades culturais do nosso País.
É uma mistura de apresentação de talentos jovens, diversão e ensino. Foi algo que nunca foi feito por outras entidades e tem um resultado bastante positivo.

Nelson Amoroso-Cabo Verde-Ilha St.Antao Responder 3 Setembro, 2015 às 1:34

As pessoas normalmente ate sabem dizer nao, a tudo aquilo que projudica a vida e futuro delas, mas o problema é que nao praticam tudo o que falam, porque dizer nao, isso é facil,qualquer um pode falar nao, mas o dificil é a pessoa consientizar-se que o vicio, ou outra coisa ruim, no futuro isso vai lhe fazer muito mal. Temos que saber dizer nao, a todas as coisas que nos podem destruir, a nossa familia, a vida sentimental, o trabalho, a saude etc.
Quando temos essa conciencia entao conseguimos vencer as tentacoes da nossa vida que tem sido muitas, mas com ajuda de Deus tudo se torna mais rapido e facil.
Por isso voce deve apelar para a mao de Deus te socorrer das influencias negativas.