Notícia

Será que a sua origem é Hebraica?

Internacional |

israelVocê sabia que suas raízes culturais e até mesmo biológicas podem ter a ver com Israel?

Que diria você se soubesse que seu sobrenome – como Macedo, Souza, Vieira, Oliveira, Silva, Gonçalves, Barbosa ou Nunes entre milhares de outros – indica que você pode ser descendente de Abraão, de Isaque, de Jacó, do povo ao qual pertenceu o Senhor Jesus?

As raízes de uma enorme parte do povo Luso são judaicas, e não católico-romanas como pensam muitos. Portanto, boa parte do nosso País tem origem nas tribos de Israel, nos aproximando mais da fé bíblica que da tradição. Isso é comprovado em uma ampla pesquisa publicada recentemente pela instituição Comunidade de Israel, de autoria de Baruch Ben Avraham, que estudou os nomes de milhares de famílias Lusas para comprovar que descendem de imigrantes de Portugal e Espanha, países que são formados em grande parte por judeus sefarditas (de Sefarad, como é chamada a Península Ibérica no hebraico medieval), que teve sua maior parcela forçada a se converter à igreja romana no século 15, sob pena de perder a vida se não o fizesse. Não é novidade que a maioria da população brasileira descende de imigrantes daquela parte da Europa.

Acontece que um grupo muito grande dos judeus sefarditas, embora forçado oficialmente a se converter para permanecer em seus novos países europeus, concordou com a conversão de fachada, permanecendo fiel à sua crença judaica secretamente em seus lares, até que a prática do judaísmo (incluindo nisso os messiânicos – aqueles judeus que acreditam que o Senhor Jesus é o Messias) não fosse mais proibida ao longo dos séculos. Com isso, a maioria dos que formaram o povo Luso têm o sangue das tribos de Israel correndo nas veias, sobretudo, segundo o estudo de Avraham, as de Judá e Efraim. Mesmo que com o tempo tenham se envolvido com o catolicismo e esquecido suas raízes com o passar das gerações, a origem é presente.

Por exemplo, Avraham calcula que mais de 80 milhões de brasileiros descendem dos judeus sefarditas. Cita, inclusive, uma divertida consideração de um antigo rabino: a de que é mais fácil contar quantos não descendem de judeus no Brasil, Portugal e seus países vizinhos do que contar quem descende. Daria menos trabalho.

Ficou curioso? Tem muito mais

A cultura judaica está tão misturada ao nosso cotidiano que até palavras bem comuns no Português vieram do hebraico, segundo o estudo da Comunidade de Israel: oliveira, em hebraico, é hazeit, o que deu no nosso azeite e na azeitona. Chuva, por sua vez, vem de shuv, e branco é lavan, que originou o nosso verbo lavar – na raiz, limpar e tornar mais branco.

A influência do povo judeu na formação dos países Luso é muito mais importante e intensa do que pensávamos, mas isso foi abafado por séculos de domínio e influência da igreja romana. O povo do qual Jesus nasceu está muito mais envolvido com o nosso povo do que pensamos, pois milhões de nós temos a mesma origem.

Portanto, a origem “católica” de Portugal, Brasil e outros países Luso é algo fabricado pelos que dominavam na época da colonização, é uma coisa artificial para, entre outras coisas, abafar a origem natural do nosso sangue da descendência de Abraão, de Davi e de Jesus – incontável como as estrelas, como prometeu o próprio Deus (Gênesis 15.5).

Veja se seu sobrenome está na lista

Ben Avraham elaborou uma lista de sobrenomes de descendentes comprovados de judeus sefarditas que inclui nomes bem comuns em nossa cultura (como Silva ou Souza), além daqueles mais evidentemente de origem judaica (como Levi ou Goldenberg). Ele avisa, em sua pesquisa, que a grafia dos nomes pode variar (muitas vezes por erro dos cartórios na hora do registro, ou por adaptação à escrita portuguesa), mas a família de origem é a mesma – Souza ou Sousa, Dacosta ou da Costa, por exemplo.

Veja a lista completa abaixo:

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Ismael Responder 22 Março, 2017 às 3:20

Vale primeiro nome? Porque meu sobrenome é italiano e o outro é iugoslavo