Notícia

“Tenho uma má notícia… a mamã morreu!”

Internacional |
3953A59A00000578-3834064-image-m-55_1476268784674

Esta é a notícia que deixaria qualquer criança traumatizada, mas que Brenden Bickerstaff-Clark teve que dar ao seu filho Cameron, de 8 anos

“Para que as nossas crianças não tenham que sofrer…”, foi com esta frase que Brendan respondeu a quem o criticou nas redes sociais, por ter gravado um vídeo do momento em que contava ao seu filho que a sua mãe tinha morrido de overdose de heroína. Cerca de 14 milhões visualizaram o vídeo que se tornou viral no Youtube e mais 24 milhões no Facebook.

De partir o coração… foi esta a reação da criança à notícia. No vídeo, o sr. Bickerstaff-Clark com o seu filho Cameron e uma amiga estão sentados numa mesa de piquenique. “Tenho uma notícia para te dar… a mamã morreu a noite passada”, diz o pai, ao mesmo tempo que pega na mão do seu filho. “O quê? O que queres dizer… a minha mãe??? Como?”, questiona a criança em choque. “De uma overdose de heroína”, diz-lhe o pai.

O rapaz, de repente, cai num pranto inconsolável e a amiga do seu pai abraça-o. “Desculpa…”, diz o pai, que em seguida colocando-se de pé, passa para o outro lado da mesa, dizendo: “Eu amo-te. Precisas de um abraço?”. Ele, então, abraça o seu filho devastado antes de se virar para a pessoa que estava a filmar e dizer: “Já chega!”.

Brenden Bickerstaff-Clark escreveu no Facebook: “Este vídeo é para para todos os toxicodependentes com filhos. Hoje tive de contar ao meu filho de 8 anos que a mãe dele tinha morrido com uma overdose de heroína a noite passada. Esta é a constatação e realidade desta doença. Não deixem que esta doença permita que alguém tenha que contar aos vossos filhos sobre a vossa morte por causa das drogas. Isto foi a coisa mais difícil que alguma vez tive que fazer na vida. O meu filho hoje não tem mãe por causa da heroína… é difícil de ouvir, mas você pode escutar o que estou a dizer. Por favor, procure ajuda para que as suas crianças não tenham que sofrer.”

Alvo de várias críticas por ter colocado o vídeo online, Brendan assumiu-se ele mesmo como um toxicodependente em recuperação e apenas desejoso de salvar o maior número de vidas possível.

REABILITAR A FAMÍLIA
Youngstown é uma das cidades dos EUA que revela um dos maiores problemas de dependência de heroína. No ano passado, uma toxicodependente de 25 anos, Kayla Dempsey, implorou a um juiz que a enviasse para a prisão para que ela se desintoxicasse da droga, pois para um Centro de Reabilitação existe 3 meses de lista de espera, sendo mais rápido ir para a prisão.

No Centro de Ajuda, todos os domingos é realçado o valor da família. Às 9h30 tem lugar o encontro onde milhares lutam pela reconcialiação e reconstrução familiar, fazendo uso da sua Fé inteligente e consciente. Às 15h, nomeadamente no CdA do Império e do Porto, tem lugar o Tratamento para a Cura dos Vícios, através do qual milhares têm banido os vícios das suas vidas, reaproximando-os das duas famílias e, o mais importante, recuperando, literalmente, as suas vidas de volta.

Fonte: dailymail.co.uk

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *