Notícia

Universal de Moçambique entrega poço artesiano a aldeia há 2 anos sem água

Internacional |

UniversalMocambiquePara minimizar o sofrimento dos moradores da pequena Guijá, distrito localizado na província de Gaza, sul de Moçambique, país africano, a Universal de Moçambique está construindo um poço artesiano a ser inaugurado em outubro, na aldeia de Kutlhane.

A iniciativa da Universal beneficiará parte das famílias que sofrem com a seca que assola o centro sul do país há 2 anos.

De acordo com o governo, 13,4 mil famílias de Guijá estão em situação de insegurança alimentar, por causa da seca que destruiu 12 mil hectares da produção agrícola. Em toda a província de Gaza somam-se 80 mil pessoas na mesma situação, alertou recentemente Paulo Tomás, porta-voz do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC).

A decisão de doar o poço para a aldeia foi tomada pela direção da Universal de Moçambique após ação social realizada recentemente nos povoados Gumbane, Kutlhane e Nwamba de Guijá.

Na oportunidade, foram doados 7 toneladas de alimentos e roupas para centenas de famílias que vivem em estado de extrema pobreza. “Vemos o sofrimento deste povo, que para conseguir água precisa caminhar 5 quilômetros”, conta o pastor Luiz Moraes.

O primeiro bolo de chocolate

O pastor Moraes fica emocionado ao lembrar-se da garota Leninha, que pela primeira vez experimentou um pedaço de bolo de chocolate, oferecido pela Universal durante a visita.

Ele relata que na aldeia há muitas crianças como Leninha, que não têm o que comer e, precisam ter atendidas as necessidades básicas para sua sobrevivência.

“Estamos estudando como poderemos ajudar ainda mais essas pessoas tão humildes e principalmente a essas crianças que estão morrendo antes de completarem 5 anos” disse o pastor ao pontuar que a mortalidade infantil de Moçambique é a 16ª maior do mundo destacando dados da UNICEF (2010).

Saiba mais sobre Moçambique

Moçambique é um dos países mais pobres e menos desenvolvidos do mundo. De acordo com Banco Mundial (Bird), dados de 2008, 68,7% dos 28 milhões de moçambicanos vivem com menos de 1,90 dólar americano por dia. Quase 55% deles estão abaixo da linha da pobreza.

Clique aqui e conheça os grupos de ações sociais do Centro de Ajuda em Portugal.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *