Notícia

Universal leva ajuda espiritual a portadores de hanseníase

Internacional |

Pegar uma gripe daquelas e ter que se submeter a tomar remédios diários é bem desagradável.

Mas tudo isso é necessário para que alcancemos a cura completa e, então, voltemos a exercer as nossas atividades diárias.

Mas e quando se trata de uma doença mais complexa, daquelas que exigem dias, meses e quem sabe até anos de internação ou de tratamento contínuo? Não é nada fácil.

É o caso de uma enfermidade que desde os tempos bíblicos é considerada perigosa e contagiosa: a lepra, que nos tempos atuais é chamada de hanseníase.

A hanseníase é uma doença de pele que provoca, normalmente, manchas esbranquiçadas, afetando até mesmo os nervos do indivíduo, causando-lhe grandes danos. Transmitida pelas secreções do indivíduo contaminado, é também chamada de doença de Hansen e é causada pelo bacilo Mycobacterium leprae, que lesiona principalmente os nervos periféricos, diminuindo a sensibilidade da pele. As partes do corpo mais afetadas são os olhos, as mãos e os pés, mas as feridas também podem afetar face, orelhas, nádegas, braços, pernas e costas.

Esse tipo de doença era muito comum em tempos passados, principalmente na época em que o Senhor Jesus saía às ruas, becos e esquinas para levar o Seu grande amor aos sofridos. Ao ler as Sagradas Escrituras, podemos observar que muitos leprosos iam ao encontro dEle para serem curados:

“E, descendo Ele do monte, segui-O uma grande multidão. E, eis que veio um leproso, e O adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo. E Jesus, estendendo a Mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra.”

Mateus 8.1-3

Mas, e nos dias de atuais, a quem as pessoas podem recorrer para ficar livres desse mal? A resposta é simples: ao mesmo Senhor que saía às ruas, becos e esquinas. Ele manifestou o Seu poder no passado, e também manifesta no presente e manifestará no futuro, basta apenas que as pessoas O busquem com sinceridade e com vontade de conhecê-Lo.

O trabalho da Universal

Há pouco mais de 10 anos, a Universal realiza um trabalho evangelístico no hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti, localizado no bairro de Jundiapeba, em Mogi das Cruzes (Grande São Paulo). Lá, cerca de 20 voluntários, entre pastores e obreiros, levam a Palavra de Deus e também realizam orações em um núcleo para as pessoas que sofrem com a hanseníase e também para os seus familiares e pessoas que moram aos arredores.

Pessoas sem perspectivas chegam ao culto e, ao saírem de lá, têm o ânimo recobrado.

O pastor Thiago Macedo, que já realizou o trabalho evangelístico no leprosário, afirma que muitos são desprezados por causa da doença, mas, quando se trata de salvar almas, a Universal não mede esforços para levar até os sofridos a Palavra de Deus. “Realmente há um clima de desprezo, mas para nós não há diferença. Eles recobram o ânimo devido ao trabalho da fé.”

Fonte: universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *