Notícia

Você sabe onde e quando a sua vida terá fim?

Internacional, Nacional, Notícias |

Descubra como seguir pelo caminho correto e não ser pego de surpresa

137993587.300x200No último dia 6 de março, uma jovem de 21 anos foi encontrada morta em um canavial de Araraquara – interior de São Paulo. O corpo estava bastante machucado (o laudo sobre a causa da morte só deve sair em 30 dias). O principal suspeito? O padrasto, Elton Renato, de 34 anos, com quem a mãe da moça, Márcia Ângela, convivia havia cerca de 4 anos e que está desaparecido.

Elton buscava a jovem todas as noites em um shopping da cidade, onde ela trabalhava. Na noite do último dia 4 (quarta-feira), ele fez a mesma coisa, mas a mãe dela conta que ele estava muito nervoso quando saiu de casa, por causa de dívidas e desentendimentos constantes com a mãe dele, e disse que daria um jeito de acabar com aquela situação.

A jovem e ele não voltaram para casa naquela noite. O que ela tinha a ver com os problemas do padrastole? É uma pergunta ainda sem resposta.

Muitas vezes, não sabemos quem são, verdadeiramente, as pessoas com quem convivemos dentro da própria casa. Ter discernimento para agir na vida nem sempre é fácil para algumas pessoas que, movidas pelas emoções, acabam cedendo às paixões ou à carência natural de todo ser humano. A falta de uma Direção certa para tomarmos atitudes faz toda a diferença no resultado de nossas vidas. E o pior, sem essa Direção, para onde irá a nossa alma no caso de uma tragédia como essa que aconteceu no interior de São Paulo?

A resposta você encontra todas as quartas-feiras, às 20 horas, na “Noite da Salvação”, uma reunião especial que acontece em todos os templos da Universal, cujo objetivo é direcionar as pessoas ao caminho da Verdade e da Vida Eterna com o Senhor. Um caminho que, quando trilhado, não tem como levar à destruição, ao contrário, traz Vida, e nos leva às escolhas corretas em nossas vidas, pautadas na razão, e não na emoção.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

João Marques (Portugal) Responder 25 Março, 2014 às 13:32

Realmente as coisas têm acontecido muito rápidamente nestes ultimos tempos.
Tem havido mudanças e aumentos de crimes como nunca antes observado.
Tem que haver da parte de cada um de nós uma constante luta pela salvação que é pessoal.