Noticia

Mulher emagrece 136 quilos e marido a abandona

mulher-emagrece-e-abandonada

A estadunidense Zsalynn Whitworth está deprimida. De acordo com o que declarou ao programa “My 600-lb Life’s” (“Minha vida de 600 libras”), do canal TLC, sua vida tem sido triste e solitária, desde que perdeu mais de 136 quilos.

Isso porque, após perder todo esse peso, seu ex-marido disse que ela não era mais atraente e pediu o divórcio. Hoje, ela está divorciada e é obrigada a compartilhar a guarda de sua filha, Hannah.

“Eu tenho lutado contra a depressão quando não vejo Hannah por um tempo”, afirma ela. “E estar sozinha tem tornado ainda mais difícil para mim lutar contra minhas ansiedades (de comer)”.

Zsalynn conheceu Gareth, enquanto passava por um momento delicado em sua vida. A moça pesava aproximadamente 320 kg e estava muito preocupada com sua saúde. Na tentativa de conseguir dinheiro suficiente para realizar a cirurgia bariátrica, fez fotos para sites especializados em pornografia de pessoas obesas.

Nesse período, com baixa autoestima, problemas de saúde e desesperada financeiramente, conheceu Gareth na internet e se casou com ele. Quando pensou que sua vida estava melhorando, veio o abandono e a depressão.

Por que o casamento não deu certo?

Gareth gostava mais da aparência de Zsalynn do que de sua essência. Isso ficou claro quando ele insistiu para que ela não emagrecesse, mesmo que o peso da moça colocasse em risco sua vida. Todavia, o relacionamento começou a dar errado muito antes, provavelmente quando eles se conheceram.

O palestrante Renato Cardoso, coautor do livro “Casamento Blindado”, explica que “é difícil amar quem não se ama. As pessoas boas a olham e sentem pena de você. As pessoas más tiram-lhe vantagem”.

No caso, a vantagem de Gareth talvez fosse atender à atração física que sentia por Zsalynn. Quando isso não foi mais possível, o “amor” deixou de existir.

De acordo com Renato, quando a pessoa tem um problema e está solteira deve primeiro resolver esse problema para depois ir em busca de um relacionamento amoroso. “Se você não gosta de si mesmo, você nunca terá uma vida amorosa feliz. Você precisa resolver esse problema”.

Os semelhantes se atraem

Construir um relacionamento sem estar satisfeito consigo mesmo é especialmente difícil porque, entre outras coisas, as pessoas atraem quem sente coisas semelhantes a ela. Logo, alguém com problemas atrairá alguém com problemas.

“Se eu quero atrair um bom partido, eu mesmo tenho que ser um. Além do que, quando eu invisto em mim mesmo, eu aprendo a valorizar-me. Quem tem alta autoestima não vai aceitar ser usado ou tratado de qualquer maneira, nem se contentar com qualquer um”, afirma Renato Cardoso.

Por isso a Terapia do Amor orienta não apenas casais, mas também pessoas solteiras que estão em busca de um relacionamento blindado para si.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *