Auto Ajuda – Abril 2016

Godllywood Auto AjudaNo dia 9 de Abril, foi realizado a reunião mensal do Godllywood Auto-Ajuda pela Viviane Freitas.

Encontro este que reuniu mulheres de toda grande Lisboa no Templo Maior, com transmissão em direto de norte a sul do país.

Ao longo dos últimos meses, as mulheres têm recebido ensinamentos de modo a terem um ano excelente, e neste mês não foi uma exceção, pois foi abordado um tema que alcança todas as mulheres, a disciplina.

“Como fomos criados?”, perguntou a oradora Viviane Freitas, “com corpo, alma e espírito, e ao sujeitarmo-nos a um deles ficará em evidência a nossa disciplina ou indisciplina.”

Ao sujeitar-se ao corpo, a mulher torna-se indisciplinada, pois não existe uma preocupação com a saúde, com a sua alimentação, o que mais tarde vai refletir-se no seu peso, no cansaço acumulado, tudo porque não fez o que deveria ser feito. Quando na verdade o corpo é o templo do Espírito Santo que deve ser bem cuidado, pois é através dele que Deus quer usar a cada um.

Por outro lado, ao sujeitar-se a alma, a mulher é fraca, sensível, deixa-se levar pelos sentimentos (mágoa, paixões, má intenção), e acaba por não investir na sua sentimental, mas tem a oportunidade de fazê-lo ao participar da Terapia do Amor. A alma é benéfica para Deus porque é com a alma que amamos e consideramos o corpo.

Godllywood Auto AjudaPor último, o espírito, pois Deus não fala com a nossa alma, mas sim com o nosso espírito.

Sem autodisciplina, a mulher não faz bom uso do corpo, da alma, e anula o seu espírito. Quando erramos torna-se notório que houve uma falta de disciplina no corpo, alma e espírito. É importante sublinhar que os três precisam ser alimentados.

“O pecado é indisciplina, sem disciplina não há liberdade. A disciplina faz-lhe guardar os mandamentos de Deus, e leva-lhe a outro nível”, afirmou Viviane Freitas.

Todas aprenderam que em tudo precisam fazer o seu melhor por quererem ser melhores, e não para cumprir um dever. Alegres, determinadas, todas saírem com a certeza que não seriam as mesmas, e de agora em diante tornar-se-ão mulheres disciplinadas.

Saiba mais acerca do trabalho do Godllywood em: Godllywood.pt

Galeria:

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

3 comentários

Maria Teresa Gonçalves Responder 10 Abril, 2016 às 21:56

Neste encontro Auto Ajuda, abordou-se o tema sobre disciplina e pude verificar que sou pouco disciplinada.
Tenho muita força de vontade, ãnimo e garra, mas que por si só não ajudam se eu não tiver disciplina.
Penso em fazer muita coisa, mas quando chego ao fim do dia, nem tudo o que projectei , aconteceu.
Foi muito esclarecedor quando a Dª. Viviane falou:
Ao sujeitar-se ao corpo, a mulher torna-se indisciplinada, pois não existe uma preocupação com a saúde, com a sua alimentação, o que mais tarde vai refletir-se no seu peso, no cansaço acumulado, tudo porque não fez o que deveria ser feito. Quando na verdade o corpo é o templo do Espírito Santo que deve ser bem cuidado, pois é através dele que Deus quer usar a cada um.

Por outro lado, ao sujeitar-se a alma, a mulher é fraca, sensível, deixa-se levar pelos sentimentos (mágoa, paixões, má intenção), e acaba por não investir na sua vida sentimental, mas tem a oportunidade de fazê-lo ao participar da Terapia do Amor. A alma é benéfica para Deus porque é com a alma que amamos e consideramos o corpo.
Por último, o espírito, pois Deus não fala com a nossa alma, mas sim com o nosso espírito.
Foi-nos proposto também fazer uma lista de tudo aquilo em que necessitamos de ser mais disciplinados.

Isabel Oliveira Responder 11 Abril, 2016 às 12:15

A cada reunião que participo vejo o cuidado de Deus para comigo, a me ensinar, a me corrigir, a me exortar. Eu vi em mim coisas em que preciso ser disciplinada. E se eu não quero colher o fruto da indisciplina, tenho de obedecer.

Laise Responder 11 Abril, 2016 às 22:39

Tem como compartilhar a reunião no YouTube ?