Bispo Macedo visita o Porto

Bm_portoMilhares de pessoas assistiram ao encontro e aprenderam mais sobre o princípio da vida

No último domingo (24), às 9h30, o Bispo Edir Macedo ministrou a reunião “A Hora do Milagre”, no Cenáculo do Espírito Santo do Porto, onde milhares de pessoas estiveram presentes para ouvir a mensagem de Salvação.

Antes do início do encontro, o Bispo Júlio Freitas, responsável pelo Trabalho Evangelístico do CdA na Europa, procedeu à Unção com o Óleo da Alegria, para que na vida de todos os presentes não existisse mais tristeza. O Óleo é o símbolo do Espírito Santo e da alegria, afinal, é isso que o próprio Deus Promete na Sua Palavra:

“Uma coroa em vez de cinzas, Óleo da Alegria, em vez de pranto”

Isaías 61.3

Durante a palestra, com base na passagem bíblica de Mateus 23.23, o Bispo Macedo fez questão de ensinar sobre a importância de ser ter um encontro pessoal com Jesus. “Como é que você pode andar com Alguém que não conhece? Como é que você pode orar a Alguém que não conhece? Você pode até orar, mas se não sabe com Quem está a falar, como Ele é, fica difícil. Então, queríamos falar com vocês sobre o fundamento, a base da nossa Fé, o início da nossa vida, da sua vida com Deus. Nesta passagem bíblica, Jesus fala sobre o princípio da vida, o princípio de tudo na realidade, o princípio dos céus, de todo o infinito, inclusive, da Terra. O princípio da vida humana!”.

“Os religiosos, as pessoas religiosas, hipócritas, cumpriam, em parte, as suas obrigações religiosas, mas deixavam os princípios mais importantes da Lei de Deus. É como, por exemplo, quantas pessoas têm a Bíblia aberta na sua casa, colocada em lugar de destaque, estão sempre a limpar o pó, mas não estão preocupadas com o que está escrito nela. Quer dizer, o que é que adianta conhecer bem a Palavra de Deus, ter instruções da Palavra de Deus, se não pratica? Adianta alguma coisa? Não adianta para Deus sermos religiosos, fiéis, cumpridores das regras da religião, e, ao mesmo tempo, esquecer, deixar de lado, a verdade e andar na mentira, deixar de lado o certo para andar e fazer o que é errado. Então, Jesus considera que não há salvação para essas pessoas, salvo se elas se arrependerem, deixarem o caminho errado e começarem a viver uma vida certa”, ensinou o Bispo.

Quando vivemos uma vida de Fé, estamos a viver uma vida de comunhão com Deus e as regras mais importante da sua comunhão, da sua Aliança com Deus, são: Justiça, Misericórdia e Fé, os fundamentos de toda a sua vida, da qualidade de vida que você quer.
“Se você quer encontrar-se com Deus, quer conhecer Jesus, tem que ter como princípio base da sua vida, a Justiça. Você tem que virar as costas para a injustiça, quer dizer, para a mentira, para o roubo, para o engano, para a hipocrisia, enfim, para tudo o que não presta. E, então, caminhar em direção àquilo que é justo, correto, certo. Deus é a própria Justiça, o princípio de Deus é a Justiça. Não adianta a pessoa frequentar uma igreja e obedecer às suas regras, se não obedecer às Regras do Reino de Deus, ela não entra, não conhece Jesus, vai ficar cega e a sua Fé não vai funcionar como ela gostaria. Ela vai ser iludida pela própria Fé, frustrada na Fé, que é o que tem acontecido com a maioria da humanidade, mesmo dentro das igrejas”, afirmou.

A Justiça representa o Deus-Pai, a Misericórdia o Senhor Jesus, o Deus-Filho, não há quem esteja perdido que não possa ser salvo quando tem um encontro com o Senhor Jesus, por pior que a pessoa tenha feito na sua vida – ladrões, prostitutas, assassinos… Ele não mede esforços para perdoar, é ilimitado no Seu perdão, porém, é preciso que a pessoa manifeste Fé na Sua Pessoa. E de onde vem essa Fé? A Fé é a ação do Espírito Santo, o Deus-Espírito Santo. Enquanto você carrega essa crença em Jesus, está a carregar um talento, uma dádiva do Espírito Santo, para que possa alcançar Misericórdia, e, consequentemente, ver Deus na Sua Justiça.

“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos”

Mateus 5.6

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *