Como obter o discernimento?

AutoAjudaAGO16Este é o ano da Excelência, e são milhares de mulheres que, por todo o país, têm abraçado o objetivo de, mês após mês, se tornarem mulheres excelentes em todos as áreas da vida.

O mês de Agosto salientou-se com mais um tema abordado no encontro Godllywood Auto Ajuda: O Discernimento.

Esta é uma caraterística fundamental, a qual, no entanto, se revela como uma lacuna na vida de muitas mulheres.

No inicio da palestra, Elaine Rocha enfatizou o significado da palavra Discernimento, que se traduz na capacidade de perceber a diferença entre o certo e o errado, assim como a aptidão para avaliar algo com sensatez e clareza. Traduz-se, igualmente, por bom senso.

E porquê enfatizar a importância desta qualidade?

Porque a falta de discernimento tem sido a causa de muitos fracassos e problemas na vida da mulher, que se reflete a vários níveis:

  • Vida amorosa – muitas não sabem diferenciar o certo do errado;
  • Vida profissional – muitas fracassam porque dão crédito a qualquer palavra que vem de terceiros, sem analisar as consequências;
  • Aparência / Redes Sociais – muitas têm a liberdade de expressar o que realmente são, nas redes socais. Há uma desvalorização das mulheres nesse âmbito, denegrindo a sua própria imagem;
  • Relacionamentos – muitas não sabem construir e manter boas amizades, e outras escolhem más amizades. Toleram comentários inapropriados que só prejudicam a sua fé.

Auto-ajuda-AGOA oradora enfatizou, de forma marcante, que uma das áreas onde jamais pode faltar a prática deste discernimento, é na vida Espiritual, uma vez que esta é a base de tudo! Se falta a prática do discernimento neste sentido primordial, é impossível obter sucesso nas demais áreas.

Mas afinal, como obter o discernimento?
Todas nós estamos sujeitas a 3 tipos de vozes, diariamente:

A voz do diabo: Através das acusações;
A voz do nosso “eu”: Através de vontades pessoais, sentimentos, vontades da carne, etc.
A voz de Deus: Caraterizada pela consciência, comum a todos os seres humanos;

Quando damos ouvidos à voz de Deus, abafamos as demais vozes, esta nos indica o que devemos fazer, concedendo-nos o discernimento suficiente para efetuar as nossas escolhas e permanecer na fé!

Por isso devemos seguir vigilantes e atentas, para que os sentimentos, não venham subsituir a voz da nossa consciência, que é, na verdade, a voz de Deus. Quando isto acontece, e a consciência já não mais acusa, mesmo que hajam erros graves, significa que a mente da pessoa já se encontra “cauterizada”.

O apelo foi feito e o “alerta” chegou a todas as mulheres. Mas a escolha, de cada uma, é provada no dia a dia, pelo fruto da sua própria consciência.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

16 comentários

Gladia Roballo Responder 22 Agosto, 2016 às 14:46

Foi uma reunião excelente!
Por vezes já me peguei a perguntar “como saber qual a escolha certa para esta situação?” E assim ter o discernimento.
Através de tudo o que foi mencionado pude compreender que para eu saber agir certo é necessário ter boa consciência e ela está ligada a eu estar disposta para agir contra o que provém das minhas próprias vontades, e a favor daquilo que é justo e correto, ou seja, priorizar agradar a Deus e executar a Sua vontade.

Lindalva farias Responder 22 Agosto, 2016 às 15:59

Para mim foi especial esta reunião
Vi que para eu ter discernimento tenho que está ligada com Deus priorizando sempre a sua vontade.
Ter a consciência limpa e vigiar a cada dia.
Já vivi situações em que não tive discernimento, e a minha consciência ficou manchada. Mais fui sensível a voz de Deus e limpei a minha consciência.
E a cada reunião vejo Deus cuidando de mim.

Andreia Luz Responder 22 Agosto, 2016 às 16:37

Esta última reunião do auto ajuda foi realmente muito boa para mim, e acredito que para todas as presentes. O tema abordado foi de facto excelente e algo que tem faltado à mulher nos dias de hoje. Cometo muitos erros e atravez do que foi falado percebi que muitos desses erros poderiam ter sido evitados se tivesse pedido a Deus discernimento para saber como agir em determinadas situações. Algo que me chamou a atenção foi também o facto de muitas de nós acharmos que do jeito que chegámos à igreja é o jeito que devemos permanecer mostrando assim falta de discernimento espiritual, pois Deus nos aceita da forma que chegámos, mas Ele não aceita que permanecamos iguais na sua presença. Foi muito forte, mal posso esperar pela próxima palestra. Que Deus abençoe a cada dia mais este trabalho.

Juliana Esteves Responder 22 Agosto, 2016 às 17:37

Amei a reuniao!!! ???
Através da mesma pode aprender que o descernimento nos capacita a ver com clareza o que é certo e o que é errado.
Através do mesmo podemos decidir qual a voz que iremos ouvir e isso ira refletir nas nossas escolhas.
Quando usámos o descernimento e escolhemos ouvir a voz de Deus alcançamos o sucesso e podemos glorificar a Deus com nossa vida.
Deus fala na nossa consciência e através do descernimento é que decidimos , se damos ouvidos a Sua voz e nos apresentámos a Ele com uma consciência limpa e pronta a mudar e sacrificar se necessário for para assim O agradar , ou não.
Cabe a nós descernirmos, a quem ouvir …..????

Maria Responder 22 Agosto, 2016 às 17:50

Foi uma reunião excelente! Aliás, como todas as reuniões auto-ajuda. Parecia que a reunião estava direccionada para o que eu precisava de ouvir e a palavra “discernimento” ganhou um novo significado para mim. Muito obrigada pela oportunidade de aprender cada vez mais.

Liliana Correia Responder 22 Agosto, 2016 às 20:17

O discernimento é o meu termômetro é que me faz ter a capacidade de avaliar situações e tomar a melhor decisão possível . Grata por poder fazer parte de um trabalho incrível.

Claudia cruz Responder 22 Agosto, 2016 às 23:02

Como sempre uma reunião que fala directamente com cada uma de nós, com situações que ja ultrapassámos ou que estamos a superar com o dia à dia. O que mais me chamou a atenção neste tema DISCERNIMENTO foi o não dar atenção as vozes, principalmente do meu eu que é a mais perigosa e perversa, pois temos sempre a tendência de fazer a minha vontade, deixar que o sentimento me domine. Mas como o Sr JESUS esta sempre, sempre conosco e cuida de cada detalhe com o melhor que a para mim, eu prefiro obedecer ouvindo sua voz que né ensina mesmo nos piores momentos.

Esther Filipe Responder 23 Agosto, 2016 às 13:32

Como todos os encontros mensais do Autoajuda este marcou-me muito. Todos os dias, a todos os instantes eu escuto três vozes; a do diabo, a do meu eu e a de Deus porém, cabe somente a mim mesma escolher qual é a voz que vou dar ouvidos, qual a voz que vou obedecer e é aí que entra a importância de buscar discernimento para agradar sempre a Deus nas minhas atitudes e para que a voz dEle seja a primeira na minha vida.

Isabela Henrique Responder 23 Agosto, 2016 às 15:00

A falta de discernimento traz enes prejuízos , como foi ensinado isso reflete em todas aéreas da nossa vida , quando não se tem o discernimento e comigo , não foi diferente , me lembro quando fui traída por uma pessoa que jamais , imaginava passar por tamanha decepção com aquela amizade , mas com os aprendizados na palestra tenho a oportunidade de obter o discernimento .

Marisa Inácio Responder 23 Agosto, 2016 às 17:37

Muito esclarecedora esta reunião. Quando eu priorizo a minha vida com Deus e ouço a Sua voz então eu ganho discernimento para poder analisar e fazer as escolhas certas em todas as áreas da minha vida.

Cesária Silva - Carregado - Portugal Responder 23 Agosto, 2016 às 23:30

Nesta reunião eu pude perceber que, para além de estar atenta a todas as formas de falta de discernimento é necessário que me auto analise para detetar onde eu não estou usando o discernimento. Inclusive nos mais pequenos detalhes que aparentam estar tudo bem.

Felisbela Monteiro Responder 24 Agosto, 2016 às 1:02

Se tenho discernimento e estou sensível a voz de Deus, certamente terei sucesso em todas as áreas da minha vida, pois o discernimento me levará a escolha certa.

Sofia cunha Responder 24 Agosto, 2016 às 9:39

Confiança
discernimento é a capacidade de perceber a diferença entre o certo e o errado e aptidão para avaliar com sensatez e clareza ; bom senso
Falta de discernimento , sempre me faz tomar atitudes erradas , tenho que tomar atitudes com discernimento confiante na minha fé em Deus , mas examinar o meu interior .
Assim como a minha vida sentimental , tenho que examinar como ele é e a sua vida com Deus , se ele é Deus , assim tenho que ser eu na minha casa para a minha família para que eu possa transmitir Deus através de mim,

Carla Varela Responder 24 Agosto, 2016 às 10:56

Esse encontro mensal é muito importante, porque a cada mês eu tenho algo para acrescentar na minha vida, algo para mudar, algo pelo qual estar em estado de alerta e este mês não foi diferente. Eu vi a minha necessidade de renovar a minha vida com Deus e de atualizar os meus objetivos de vida. Foi muito bom mesmo. Agora sei que muita coisa que acontece de errado ou que não sai como eu gostaria porque as minhas atitudes são de alguém com falta de discernimento.

Leonor Duarte Responder 24 Agosto, 2016 às 22:41

Foi uma reunião que me fortaleceu bastante,visto que muitas vezes me falta descirnimento para agir em determinadas situações,mas se minha vida com Deus esta bem concerteza Ele logo me da descirnmento para eu agir.

Leonor Duarte Responder 24 Agosto, 2016 às 22:41

Foi uma reunião que me fortaleceu bastante,visto que muitas vezes me falta descirnimento para agir em determinadas situações,mas se minha vida com Deus esta bem concerteza Ele logo me da descirnmento para eu agir.