Crianças têm acesso a telemóvel cada vez mais cedo

TelemovelCriançasAs conversas entre amigos deixaram de ser, na sua maioria, presenciais, passando as mensagens a ocupar um lugar de destaque, em diferentes redes sociais e aplicações telefónicas.

O Facebook, o WhatsApp, o Skype, o Viber, entre outras aplicações, vieram diminuir a distância geográfica e o cuidado na escrita.

Investigadores do INOV-INESC, questionaram 7.820 adolescentes portugueses, para saberem o que fazem com o telemóvel. Após a análise do estudo, dados revelam que 85 por cento dos jovens usam redes sociais, quando há quatro anos eram apenas 35 por cento.

Atestado de maioridade

Segundo o estudo, as crianças recebem o primeiro telemóvel, a partir dos 10 anos, sendo considerado quase um atestado de maioridade.

“Os pais poderão não estar a respeitar algumas recomendações que referem que só se deve receber um telemóvel depois dos 13 anos de idade”, explica Luís Correia, investigador do INOV-INESC.

Linguagem de SMS

TelemovelCrianças2A tendência é similar para os SMS, sendo que, em média, cada jovem envia 81,1 SMS por dia. O inquérito permite ainda apurar que mais de 15 por cento dos jovens enviam diariamente entre 100 e 199 SMS e pouco menos de 10 por cento entre 200 e 499 SMS diárias.

Os dados aparentemente surpreendentes, evidenciam um declínio no uso do SMS, devido à “crescente adesão dos jovens a aplicações de troca de mensagens como WhatsApp ou Viber”, esclarecem os autores do estudo. Contudo, esta nova forma de comunicar não veio apenas encurtar a distância mas também o rigor na escrita.

Jovens e crianças por terem um acesso precoce ao telemóvel, passam a usar frases curtas e expressivas, palavras abreviadas ou modificadas para que sejam escritas no menor tempo possível, pois afinal de contas na Internet ou no telemóvel temos de ser rápidos, uma vez que a conversa está a decorrer em tempo real.

Mas escrever não é apenas necessário no telemóvel ou na Internet. A escrita faz parte do nosso dia a dia, sobretudo na escola e nos futuros postos de trabalho, por isso a atenção deve ser redobrada.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *