Discipline a sua boca

intellimen-maio16Durante o mês de maio, os participantes do projeto Intellimen vão aprender a aplicar a disciplina na sua alimentação

A própria Palavra de Deus fala a respeito da disciplina alimentar quando diz:

“…Mete uma faca à tua garganta, se és homem glutão.”

(Provérbios 23.2)

“Ora, as obras da carne são conhecidas e são: idolatria (…) invejas, bebedices, glutonarias (…) não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.”

(Gálatas 5.19-21)

Porque é que o Espírito de Deus fala sobre as obras da carne? Porque estas são motivadas pelos sentimentos e pelas emoções, mostrando que a pessoa não tem domínio sobre si própria. Na Bíblia, comer e beber estão associados a características espirituais, tais como domínio próprio, oração e jejum, santidade, separação de povos pagãos e até com a Salvação.

“Se nos conseguirmos disciplinar neste instinto mais básico que existe em nós conseguiremos nos disciplinar em todas as áreas”, referiu o bispo Carlos Rocha durante o encontro mensal do projeto Intellimen, realizado no passado dia 7 de maio.

Os abusos e os maus hábitos alimentares geram problemas físicos, emocionais, sociais e espirituais. Por isso, um homem disciplinado deverá ter muita atenção ao facto de que o seu rendimento físico no trabalho e o seu estado de ânimo têm a ver diretamente com a alimentação que faz.

Perguntas e respostas

Porquê comer? A verdadeira razão deverá ser não só suprir as necessidades energéticas do organismo, mas também contribuir para a sua máxima saúde, performance e longevidade.

O que comer? É preciso observar o que se come e o que faz bem e o que é prejudicial para o corpo. “Daqui a 5 ou 10 anos, você vai começar a usufruir dos benefícios da boa alimentação ou a sofrer as consequências da má alimentação que está a fazer hoje”, explicou o orador.

Quando comer? Os nutricionistas recomendam que se coma de três em três horas, visto que ficar longos períodos em jejum faz com que depois se coma demais.

Como comer? Comer à pressa, engolir sem mastigar, misturar alimentos com os mesmos nutrientes… são maus exemplos.

Com quem comer? As refeições são ótimos momentos de socialização, para fortalecer laços familiares e desenvolver relacionamentos.

Quanto se deve comer?
“Dominar o nosso apetite é um verdadeiro sinal de autodisciplina”, salientou o orador.

“A disciplina alimentar equilibrada é uma ótima ferramenta para espalhar a disciplina a todas as áreas da nossa vida”, concluiu.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Helenice Pereira da Silva Dias Responder 13 Maio, 2016 às 1:54

Que maravilha é muito importante cuidar do templo do Espírito Santo, muitos não sabem dessa importância e caem nas armadilhas do diabo comendo tudo o que é oferecido.