É melhor dar ou receber?

bispo julio

A nossa vida é um reflexo daquilo que oferecemos

Domingo, dia 8 de novembro, às 9h30, no Templo Maior, em Lisboa, o Bispo Júlio Freitas, responsável pelo Trabalho Evangelístico do Centro de Ajuda na Europa, realizou a reunião intitulada “O Dia da Direção”.

Centenas de pessoas estiveram presentes, e, no decorrer do encontro, o Bispo Júlio Freitas ensinou a todos sobre a importância de dar, quer seja para Deus ou para aqueles que fazem parte da nossa vida.

“A nossa vida é um reflexo daquilo que oferecemos, como esposo, esposa, pai, mãe, filho, irmão, cidadão, profissional e como cristão. Todas as áreas da nossa vida são um reflexo daquilo que oferecemos. O Senhor Jesus foi além, Ele disse:

‘Mais bem-aventurado é dar do que receber’

Atos 20.35

Porquê? Porque quem dá é porque tem, quem dá é porque crê que o que está a dar não lhe irá faltar. Já seja atenção, amor, carinho, verdade, perdão, compaixão, sinceridade, oferta, dízimo, louvor, evangelização, um bom testemunho. Alguém perguntará: ‘mas, quem somos nós para oferecer algo a Deus?’ Absolutamente nada! Não somos nada diante de Deus e não temos nada para Lhe oferecer. Mas, Deus é tão Maravilhoso, e a Sua Misericórdia é tão infinita, que Ele nos dá para que possamos oferecer, porque quando oferecemos, damos, revelamos quem somos. Fica em evidência quem, realmente, somos, dentro de nós”, exortou o orador.

Acrescentando, “quando damos, materializamos o nosso caráter, seja ele egoísta ou generoso; materializamos o nosso amor, ou o nosso ódio; materializamos a nossa confiança, ou a nossa desconfiança. Quando damos, oferecemos ou não, revelamos em que nível estamos. Se, hoje, amamos a Jesus, é porque Ele nos amou primeiro. Se, hoje, obedecemos a Deus, é porque o Senhor Jesus obedeceu ao Pai em tudo. A nossa vida reflete aquilo que temos oferecido, não apenas a Deus, mas também aqueles que fazem parte da nossa vida.”

Imposição de Mãos

Na oportunidade, o Bispo Júlio Freitas realizou a Imposição de Mãos, um gesto que ganha um peso sobrenatural, sempre e cada vez que é realizado segundo o ensinamento bíblico.

A imposição de mãos é uma prática com a intenção de transmitir algo para aquele que a recebe, essencialmente uma cura, bênção ou consagração.

Na Bíblia, trata-se da transmissão de um poder ou de uma graça, por isso, deve ser perpetuado por quem crê e vive a Palavra de Deus.

Galeria:

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

claice cristina batista alves Responder 10 Novembro, 2015 às 14:31

essa mensage foi muito importante pra mim pq reconheco que eu sou egoista e que so quero receber so quero que veinha a mim e nunca dou meu marido fais tantas coizas pra mim e eu nada pra ele reconheco que tenho que mudar esse meu geito de ser e sei que vou conseguir com a ajuda de Deus obg pela mensage me ajudou muito