Gaia recebe ensinamentos preciosos

Na passada sexta-feira, dia 5 de maio, o bispo Romualdo realizou mais uma visita missionária, desta vez no Norte de Portugal, a Vila Nova de Gaia

A reunião iniciou com uma oração de súplica e de livramento para a vida dos presentes. “Você sabe que a ideia que a gente tem da fé está relacionada com o Poder de Deus… Se a fé é poderosa e eu a tenho, então, por que motivo os problemas estão em cima e eu em baixo?…” perguntou o bispo. E, ao mesmo tempo que respondia, ensinou aos presentes que isso só acontece quando a fé é religiosa, contrariamente à fé, que vem do Espírito Santo, essa sim é poderosa e faz os problemas serem vencidos. Por isso, o bispo propôs a prática dessa mesma fé a todos os que estavam dispostos a sair daquela reunião de forma diferente.

A fé é a ponte entre o ser humano e Deus, mas, se a ponte está obstruída, como é que é possível existir ligação? A fé deve ser guardada e protegida, orientou o bispo. E, dando continuidade à pregação, leu a passagem da Bíblia (Lucas 11.14) explicando que existia um homem mudo, mas que era um espírito maligno que causava essa mudez, como também a miséria, doenças e é esse mal que leva muitas pessoas a sofrer na vida sentimental, como nas demais áreas.

A pessoa sofre não é porque existe karma ou destino, nem tampouco sorte, mas, por detrás dessa dor e sofrimento existe um espírito maligno, e ainda que a pessoa seja caridosa, bondosa e até mesmo honesta, isso não impede o mal de agir. “O mal tem uma arma que usa contra você, mas Deus tem uma arma que dá a você, para que você possa usar essa arma contra o mal que a tem feito sofrer”, referiu o bispo.

Continuando com o ensinamento sobre a passagem da bíblia, o orador salientou que o espírito de mudez que agia no homem quando viu Jesus, reconheceu-lhe a autoridade e teve que sair. Imediatamente, o jovem passou a falar! Quer dizer, para a pessoa se ver livre dos problemas que estão na sua vida, é preciso ela se libertar também desse mal.

Exemplificando, o bispo realçou que hoje em dia as pessoas andam nervosas, agitadas, depressivas, explosivas, sem paciência… e tudo isso são consequências desse espírito maligno. Por isso, para que o Reino de Deus chegue, é preciso o reino do mal sair.

Nesta sequência, o bispo convidou todos os presentes que estão com a vida destruída a receberem a oração de libertação e a entregar a sua vida a Deus, pois agora a fé de Deus já estava dentro de todos.

O bispo finalizou o encontro com a prece pelas famílias e a consagração da rosa, que foi dada, na oportunidade, para as pessoas levarem para o seu lar!

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *