Há como Deus Se esquecer de Jesus?

Somente os que estão desapegados de tudo, são aqueles a quem o Senhor pode dar tudo _MG_6566

No último domingo (28), o bispo Júlio Freitas ministrou a Santa Ceia, na sede do CdA na Europa, em Chelas, onde centenas de pessoas estiveram presentes para ouvir a mensagem de salvação.

Primeiramente, o bispo aconselhou todos a lerem o livro de Apocalipse, para que possam compreender melhor o que está a acontecer e ainda vai acontecer no mundo.

Em seguida, falou acerca do Sangue de Jesus. Segundo ele, no sangue há vida, motivo este que fez com que o Senhor Jesus precisasse morrer na Cruz. Em vida, Ele derramou o Seu Sangue para provar que, desta forma, estaria a derramar a Sua própria Vida.

A alma é o maior património de uma pessoa, por isso, o indivíduo deve preocupar-se em ter a sua alma lavada pelo Sangue de Jesus. Quando a pessoa é lavada pelo Sangue do Senhor Jesus, passa a ser diferente. É purificada dos seus pecados e tem o privilégio de entrar na Presença de Deus a qualquer momento, como o filho entra na presença do pai.

“Há como o Deus Pai Se esquecer do Senhor Jesus, que é o Seu Filho? Não! Por que não? Porque o Senhor Jesus está sentado à direita de Deus Pai Todo-Poderoso. O Senhor Jesus ausenta-se? Não! Ele está aí permanentemente. E o Senhor Jesus está sentado à direita de Deus Pai, para quê? Para interceder por mim e por você, Ele é o nosso Advogado diante do Pai, porque em mim, em você, não há perfeição, mas em Jesus há Perfeição. E Ele morreu por você! Não há como Deus Pai esquecer ou ignorar o Senhor Jesus, não há como Deus esquecer, ignorar você!”, explicou.

Continuando, o bispo disse que mesmo sabendo que somos pecadores, Jesus vê-nos através do Seu Sangue, mas quem não possui essa Fé bíblica, e não é lavado pelo Sangue precioso de Jesus, pode até clamar, mas não será ouvido.

“O Senhor Jesus veio a este mundo e morreu na batalha. Mas não perdeu a batalha, ganhou a guerra, porque ressuscitou de entre os mortos. Você e eu já fomos quebrados, já comentemos erros, mas nem por isso Jesus deixou de crer em nós. Tudo o que Jesus fez na Cruz, fez para que tivéssemos tudo, desde o Seu Espírito até à realização dos nossos sonhos, seja familiar, sentimental, profissional, físico e emocional”, concluiu o bispo.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *