Levante-se e desça

IMG_7599Tome atitudes, decisões e faça o que tem que fazer porque o que você não pode Deus fará

Existe um tipo de revolta que simboliza e significa renovação, reinvenção e realização. Esta é a revolta que nasce no interior de cada ser humano e que visa apenas a destruição de tudo o que é negativo, como os problemas, a frustração, as doenças, a miséria, a angústia, colocando, no seu lugar, a realização em todos os sentidos: sentimental, financeiro, físico, familiar e interior.

Gideão foi um exemplo de homem cuja revolta inteligente transformou a sua realidade de forma radical, pois passou do mais insignificante da família mais pobre da sua terra, a juiz, primeiro-ministro de Israel.

Este é o princípio da Fogueira Santa: a crença naquilo que não se pode ver, a Fé no futuro bom que Deus reserva para cada um. E neste domingo, dia 13 de dezembro, às 9h30, realizou-se no Templo Maior, em Chelas, a reunião denominada de “O Dia da Direção”. A palestra foi ministrada pelo Bispo Júlio Freitas e estiveram presentes centenas de pessoas, que vivem o propósito que a Universal realiza duas vezes por ano, designado de “Fogueira Santa”, uma oportunidade única para que veja o seu maior sonho realizado ou a resolução de um problema impossível, através da Fé Sacrificial.

Mas o que aconteceu quando Gideão sacrificou e o que acontece com todas as pessoas que se prontificam a Sacrificar e Sacrificam para Deus? Segundo a explicação do Bispo Júlio Freitas, acontecem três coisas:

1ª A oposição
“Houve uma oposição por parte dos seus próprios sentimentos, da sua família e dos habitantes daquela cidade. Enquanto Gideão estava na miséria e não fazia vontade de Deus, não havia oposição, mas quando este decidiu obedecer à voz de Deus, fazer o que Ele lhe ordenou, logo se levantaram contra ele e o quiseram matar. Mas ele não tinha mais medo porque o Sacrifício traz consigo uma paz, uma segurança e uma certeza absoluta de que você já não está só, uma vez que fez o que Deus lhe ordenou, pediu e, agora, está com Deus. Está colado com Deus, de mãos dadas com Ele”, afirmou.

“Então, o Espírito do SENHOR revestiu a Gideão…” (Juízes 6.34)
“Então, estas duas coisas têm que acontecer. Aconteceu a oposição, houve sentimentos, pensamentos em si, tentando excluí-lo do Sacrifício e você venceu. Houve uma oposição por parte da sua família em relação à sua Fé, situações que tentaram fazê-lo pensar que o seu problema estava a agravar-se em vez de ser resolvido. Isto é um sinal que, realmente, está a desagradar ao causador do problema e a agradar a Quem lhe deu essa Fé revoltosa contra esta situação.
Agora, o Espírito Santo vai revesti-lo como fez com Gideão. E para quê? Para você fazer o que Deus mandou que Gideão fizesse”, exortou o Bispo.

“…Levanta-te e desce contra o arraial, porque o entreguei nas tuas mãos” (Juízes 7.9) – duas ações: levanta-te e desce.
“Deus reveste-nos como o Seu Espírito para que nos levantemos. Não é para você ficar prostrado, cansado, sentado à espera, mas sim para se levantar. Tome atitudes, tome decisões e faça o que tem que fazer porque o que você não pode Deus fará”, concluiu o orador.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *