Não dê ouvidos à DÚVIDA!

domingo100716

É preciso termos cuidado com a palavra que decidimos escutar, alertou o Bispo Carlos Rocha na palestra de domingo passado, dia 10 de julho, pelas 9h30, no Templo Maior, em Lisboa.

“E não enfraquecendo na fé, não atentou para o seu próprio corpo já amortecido, pois era já de quase cem anos, nem tampouco para o amortecimento do ventre de Sara”

(Romanos 4.19)

Abraão não deu atenção ao seu corpo envelhecido, nem deu ouvidos à voz da própria natureza que lhe dizia ser impossível ele agora, com 100 anos, gerar um filho, quando no vigor da idade não o tinha conseguido. Muito menos escutou a voz que questionava ser possível que a sua esposa, também já com uma idade avançada, com 90 e poucos anos, e sendo estéril, pudesse conceber um filho.

“E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus”

(Romanos 4.20)

A palavra de dúvida enfraquece a pessoa, já a palavra de Fé fortalece-a. “Fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção daquilo que não se vê. E a sua Fé é imutável, pois quem fica fraco ou forte é você, mas tudo depende da palavra que prevalece dentro de si. Se a palavra que prevalece dentro de si é a de Deus, então, você vai ficar forte e vai ter coragem para fazer o que Deus lhe disse para fazer, mesmo que isso aos olhos das outras pessoas pareça loucura”, explicou o orador.

“Você pode até ter conhecimento da Verdade, da Palavra de Deus, mas se permitir que a palavra de dúvida permaneça dentro de si, você vai ficar fraco e não vai Sacrificar”, concluiu o orador.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *