“Não Há Desculpas!” no Porto

resgate-porto

“Hoje você recebe o resgate que vem de Deus para si!”, determinou o Pastor Rogério Silva, durante a Reunião do Resgate, realizada no passado dia 16 de julho

De Norte a Sul de Portugal e nas Ilhas, muitas têm sido as pessoas resgatadas para a presença de Deus. “Cada um de nós é um resgatado, seja do mal, da morte, da doença…”, explicou o orador, continuando, em seguida:

“Não há desculpas para uma pessoa se conformar com a doença, pois está escrito na Palavra de Deus:

‘…Eu sou o SENHOR que te sara’

(Êxodo 15.26)

Não há desculpas para uma pessoa aceitar a miséria, pois está escrito:

‘O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará’

(Salmo 23.1)

Não há desculpas para uma pessoa dizer que está bem sozinha sentimentalmente, pois está escrito:

‘…Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora…’

(Génesis 2.18)

Não há desculpas para uma pessoa aceitar um casamento destruído ou uma família desunida, pois está escrito:

‘…E em ti serão benditas todas as famílias da terra’

(Génesis 12.3)

‘…Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa’

(Atos 16.31)

Não há desculpas para uma pessoa desistir de um familiar que está nas drogas ou aceitar ser uma pessoa vazia, pois está escrito: ‘Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo…’ (Atos 1.8). Enfim, não há desculpas para você sair daqui do mesmo jeito que entrou!”.

Resgatados

“E os resgatados do SENHOR voltarão; e virão a Sião com júbilo, e alegria eterna haverá sobre as suas cabeças; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido.”

(Isaías 35.10)

“Não foi por acaso que você voltou hoje, mas foi o próprio Deus que o(a) trouxe até aqui!”, frisou o orador perante as muitas pessoas presentes no Cenáculo do Porto.

“Temos que guardar o nosso coração da mágoa, do ressentimento… Não deixe entrar as ofensas e as palavras negativas no seu coração porque só estará a fazer mal a si mesmo(a)”, concluiu o Pastor Rogério Silva.

“Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças….”

(Marcos 12.30)

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *