O Jejum de Daniel terminou mas não acabou…

ultimodiajejumDanielDeus não concede o Espírito Santo aos Seus filhos por mérito, mas mediante a Fé

Somos o resultado daquilo que permitimos entrar na nossa mente. O que entra na sua mente, seja pelos olhos ou ouvidos, irá formar os seus pensamentos, que são a base das suas decisões e que irão motivar as suas atitudes. E toda a atitude gera consequências.

É por essa razão que Deus sempre fala na mente do ser humano, e não no coração, como muitos erroneamente acreditam. Mas como ouvi-Lo se a sua mente está ocupada com tantas informações? O Jejum de Daniel é um período de 21 dias que separamos para tirar tudo o que é desnecessário da mente, a fim de abrirmos espaço para ouvir a voz de Deus.

No passado domingo (dia 17), terminou o Jejum de Daniel é no Templo Maior, sede do Centro de Ajuda da Universal na Europa, às 9h30, o Bispo Júlio Freitas ministrou o Batismo do Espírito Santo para milhares de pessoas que assistiam à reunião por videoconferência em Portugal Continental e Ilhas.

Infelizmente, muitas pessoas não são batizadas com o Espírito Santo porque se julgam imperfeitas, indignas de recebê-Lo. E estão certas.
A boa notícia é que Deus não concede o Espírito Santo aos Seus filhos por mérito, mas mediante a Fé. Do contrário, estaríamos irremediavelmente perdidos, pois de maneira alguma o ser humano é digno de ter dentro de si o Espírito do Deus Altíssimo.

E segundo o Bispo Júlio Freitas, existem dois sinais evidentes de que Deus quer que o ser humano seja batizado com o Espírito Santo. O Senhor Jesus disse:

“ninguém vem ao Pai senão por Mim”.

(João 14.6)

1º sinal: “Você chegou ao Centro de Ajuda hoje porque Deus lhe enviou para que seja cheio, batizado, selado com o Seu Espírito”, afirmou.

2º sinal: “Deus afirmou que é Ele quem coloca em nós tanto o quer como o realizar. Deus deu-nos uma Fé e é ela que nos faz quer o Espírito Santo, ser um instrumento nas mãos de Deus, ser um filho de Deus e ser batizado com o Espírito Santo. E essa mesma Fé que nos faz quer, dá-nos o poder de buscar o Espírito Santo, de confessar os nossos pecados, de reconhecer as nossas falhas, de abandonar os nossos erros, de nos humilharmos aos pés do Senhor Jesus para que Ele nos exalte. É Ele quem nos dá o poder de quer e de realizar que é a Fé na Sua Palavra, nas Suas Promessas”, concluiu o Bispo.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *