Papo Jovem: “Porque sou assim?”

papojovem-porto

Nem sempre é fácil encontrar o discurso certo para cativar os jovens e prender a sua atenção e, nesse sentido, surge o Papo Jovem, uma iniciativa do Força Jovem Europa.

Da responsabilidade do Centro de Ajuda (CdA), o grupo Força Jovem Europa (FJE) desenvolve ao longo de todo o ano, vários eventos e atividades para a faixa etária mais jovem, de modo a mostrar que existem escolhas que podem ser feitas de forma consciente, e que não é necessário cair nas teias do álcool ou drogas para que a adolescência seja uma fase divertida da vida.

Uma vez por mês, as raparigas do FJE têm reservado para elas o Papo Jovem, um encontro no qual são abordados variadíssimos temas, sem preconceitos, e de forma clara.

“Porque sou assim?”

papo-madeiraO Força Jovem da Madeira realizou o Papo Jovem para todas as jovens do grupo. Desta vez o tema foi “Porque sou assim?”, uma pergunta que assola muitas vezes as jovens, e à qual algumas não sabem responder.

Por vezes, carregamos dentro de nós raízes de situações que aconteceram no passado e que nos fazem agir e reagir de determinadas formas.

Aliando o debate a uma tarde descontraída, as jovens que participaram puderam responder, compreendendo o porquê de determinados pensamentos, sentimentos e até mesmo atitudes. Todas puderam desfrutar de um lanche ao ar livre e da companhia umas das outras e aprender juntas.

Com o foco no mesmo tema, o Papo Jovem realizou-se também no Porto e ensinou todas as presentes a conhecer mais sobre elas mesmas.

“Temos sempre de nos analisar e perceber o porquê de sermos de determinada maneira. Todos os dias temos duas escolhas: tomar uma atitude para mudar aquilo que descobrimos a nosso respeito ou simplesmente descobrirmos mas não fazermos nada”, foi referido.

Esta iniciativa tem sido realizada em vários locais do país, sempre com temas diferentes, muitas surpresas e ensinamentos práticos para cada uma das jovens.

Se quiser saber mais sobre o trabalho desenvolvido pela Força Jovem Europa, clique aqui.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *