Qual o tipo de Fé que agrada a Deus?

Bm_qual_feSerá que a fé do muçulmano terrorista agrada a Deus? Será que a fé do evangélico que mantém dentro de si uma mágoa contra outra pessoa agrada a Deus?

Em viagem missionária por Portugal, o Bispo Edir Macedo tem ministrado reuniões em diversas regiões. No dia 20 de dezembro, às 9h30, no Templo Maior, em Lisboa, sede do Centro de Ajuda em Portugal, o Bispo realizou mais uma palestra, onde mais de duas mil pessoas estiveram presentes. Entre os ensinamentos proferidos, o Bispo destacou a diferença entre falar com Deus e ouvir a Sua Voz.

A oração é importante para se conectar com Deus, é uma comunicação entre você e Deus, fala, pede e fica na expectativa da Sua resposta. Quando medita, raciocina na Palavra de Deus, ao invés de falar com Deus, é Ele quem fala consigo. Mas, o que é mais importante? “Muitas pessoas ficam nas igrejas só a pedir e nunca sabem o que é que Deus quer delas. Querem respostas mas só ficam a pedir, se querem respostas têm que meditar na Palavra de Deus. Você quer ouvir a Voz de Deus? Então, medite na Sua Palavra. Meditar significa buscar, procurar, avaliar, pesar aquilo que Deus está a dizer”, ensinou o Bispo Macedo.

As três coisas mais importantes

Quando a pessoa vai à Igreja, dá ofertas, é dizimista, ora, jejua… Está a expressar a sua Fé e são atitudes de Fé que, obviamente, agradam a Deus. Mas nem toda a Fé que as pessoas manifestam agrada a Deus. Será que a fé do muçulmano terrorista agrada a Deus? Será que a fé do evangélico que mantém dentro de si uma mágoa contra outra pessoa agrada a Deus? “Existe a fé demoníaca que envolve os sentimentos, o coração”, alertou o Bispo.

Então, que tipo de Fé agrada, realmente, a Deus? Já que a Fé é a única coisa que o conecta com Deus. “Pode ser que você tenha uma fé evangélica, católica, espírita, muçulmana, budista, judaica, mas não agrade a Deus. A Fé que agrada a Deus envolve:

1º Justiça – ter um caráter justo, viver uma vida íntegra e na verdade, ser marido de uma só mulher, mulher de um só marido;

2º Misericórdia – tenho que olhar para as outras pessoas, como se olhasse para mim. Ajudar e querer o melhor para as outras pessoas tal como quero para mim.

3º Fé – a certeza, a convicção de que Deus é comigo”, exortou o Bispo Macedo.

As coisas mais importantes da vida são justiça, misericórdia e Fé. “A justiça diz respeito a Deus. Deus é Justiça, é o justo Juiz. A misericórdia diz respeito ao Deus-Filho. Jesus manifestou a Sua misericórdia vindo ao mundo, dando a Sua vida para nos salvar. E, finalmente, a Fé, que é o Espírito da Fé, o Espírito que vem de Deus, a Fé-Viva. A Fé que agrada a Deus é dirigida, orientada, inspirada pelo Espírito Santo, o Espírito da Fé sacrificial, da Fé bíblica, da Fé divina, não o espírito da fé mundana, sentimental, mas o Espírito da Fé racional, inteligente. O que é que a Fé que agrada a Deus tem a ver com a religião? Nada! A Fé que agrada a Deus tem a ver com uma atitude de acordo com Jesus. Ter o caráter de Jesus, tem a ver com justiça, o que é reto, correto, íntegro, verdadeiro, honesto, tem a ver com a compaixão, a misericórdia e a Fé acompanhada de obras, de Sacrifício, de perdão”, finalizou o Bispo.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *