Retrospetiva 2015 do Godllywood no Porto

23589093420_5d13b75cc3_bO evento realizado na cidade do Porto reuniu centenas de pessoas

No dia 19 de dezembro, pelas 18 horas, realizou-se a Retrospetiva Godllywood no Cenáculo do Porto. As expetativas eram altas e mesmo antes do horário marcado para o início do evento, já os convidados estavam a chegar ao salão superior. Foi uma noite para recordar o que aprenderam, o que compartilharam, momentos únicos e especiais que viveram ao lado da família Godllywood no decorrer deste ano.

O Godllywood tem o propósito de resgatar valores esquecidos na sociedade feminina, formando mulheres melhores em todos os aspetos, aliando o cuidado pessoal com o apoio social. A grande conquista para quem participa no grupo é a transformação interior! E, durante o evento, os convidados conheceram vários casos verídicos de mulheres que tiveram as suas vidas transformadas.

A retrospetiva iniciou-se com a apresentação de Cristina Santos referindo que diante dos desafios devemos apresentar persistência e coragem, algo que as novas integrantes do grupo Godllywood demonstraram.

O ano de 2015 foi direcionado para as virtudes. Com certeza, já ouviu falar da mulher virtuosa, mas, muitas vezes, pensa que ela não existe, porque tem um perfil de pessoa perfeita. E, realmente, não existe uma mulher perfeita. Mas, quando você desenvolve virtudes na sua vida, elas têm o poder de a aperfeiçoar, de fazer de si uma mulher mais forte, sábia e admirada.

No decorrer do evento, a Big Sister Cristina explicou o motivo pelo qual muitas pessoas não conseguem superar determinadas situações na sua vida. “Quando duvidamos, toleramos o pecado, os sentimentos, deixamos as emoções dominarem-nos, envolvemo-nos com amizades que só nos prejudicam, estamos a alimentar a nossa carne. Assim tomamos atitudes impensadas que nos impedem de desenvolver e nos afastam de Deus. Mas quando expulsamos o mal da nossa vida, não tolerando as nossas vontades, o nosso eu e submetendo-nos à vontade de Deus, então, passamos a alimentar o nosso espírito que se fortalece e aí descobrimos a força interior que estava adormecida dentro de nós.”

E uma vez que o trabalho do Godllywood é de dentro para fora, o ano 2016 será dedicado ao desenvolvimento de um Espírito de Excelência. As reuniões mensais serão realizadas no terceiro sábado de cada mês, sempre às 18 horas.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

14 comentários

Marta Xavier Responder 22 Dezembro, 2015 às 11:06

Bom dia a todas! 😀

A Retrospetiva deste ano certamente ajudou imensas mulheres, pois foi objetiva e direta ao ponto! Para além de me ter ajudado a mim, também ajudou as minhas convidadas! Vi que esta reunião para elas foi o início de uma nova vida, pois elas conseguiram entender claramente que várias vezes até querem fugir do que lhes custa enfrentar, mas é exatamente aí que temos que enfrentar e se fizermos isso teremos resultado.
Duas coisas chamaram-me à atenção, uma delas está ligada às raízes que tentam se alojar dentro de mim, que muitas das vezes penso que já as detectei e que assim já as superei, mas não basta apenas as detetar uma vez e já está, mas sim perseguir tudo o que me tenta contaminar e influenciar o meu interior. Vi uma raiz que estava a me incomodar e que quando passava por isso, ainda mexia um pouco dentro de mim. No momento da oração/busca pude entender que não importa o que passo e sim a mulher forte que Deus me está a tornar.

Em relação ao outro pontinho foi que tenho que fazer um balanço daquilo que está mais forte em mim, para onde eu me tenho inclinado, se para os meus sentimentos/situações que passo, ou para o espírito! Pois até em certos momentos vou sentir e vou ser tentada a me deixar influenciar por algo, mas cabe me a mim decidir se quero que o espírito seja mais forte ou não.

Beijinho

Joana Pinho Responder 22 Dezembro, 2015 às 11:40

A retrospetiva Godllywood 2015 foi um evento marcante na minha vida, onde eu pode descobrir o porquê de muitas vezes não conseguir ser perseverante com os meus objetivos e não conseguir alcança-los: porque eu ajo na carne.
Pude aprender que para eu melhorar como pessoa não posso achar que já mudei em tudo, que já sou perfeita mas tenho que estar em busca de me aperfeiçoar.

Maria Pinto Responder 22 Dezembro, 2015 às 17:47

Boa tarde,
Durante toda a reunião procurei trazer para a minha vida, o que era falado, para puder perceber onde tenho falhado, onde posso melhorar.
No fim da reunião, trouxe lições para a minha vida, que me fizeram entender que em determinadas circunstâncias, em certos desafios , não conseguimos ir até ao fim, deixamo-nos dominar pelos medos, e desistimos dos nossos objectivos, quando a persistência é quando tudo nos diz que não, quando todo o exterior diz que não podemos, e as dificuldades vêem, e vêm aquela voz de que não conseguimos, persistência, é apesar de tudo isto, manter-nos firmes nos nossos objectivos, independente do que venha, manter-nos em combate, ainda que venham os sentimentos, as dúvidas…
Por vezes não conseguimos ter esta persistência, porque estamos fracos, isto porque estamos nos inclinando para as coisas da carne, e não para as coisas do Espírito , mas estas sim, nos darão força, certeza e direcção. Mas tudo isto depende de nós, pois somos nós que tomamos a decisão.

Susana Palha Responder 22 Dezembro, 2015 às 21:51

Uma reunião marcante. Há decisões que tem o poder de transformar a nossa vida. E o que eu tenho descoberto e vivido por meio do Godllywood tem me transformado. Me revi em cada testemunho, me avaliei e me comprometi a guerrear constantemente contra o meu próprio coração que é tão corrupto. O que fiz por mim e pelos outros até aqui e muito pouco ao lado do Deus que eu creio. Me comprometi a não me guiar pela minha carne, pela minha vontade, pelo meu querer mas me tornar uma mulher forte e determinada. Há um preço: o sacrifício, a renúncia, o ser justa ainda que doa ver o meu estado e a minha verdade. Mas essa humildade tem me feito Descobrir, Entender, Mudar e Resolver. Eu quero continuar nessa procura até ao fim! Ela tem me trazido paz e vida ❤️ Sai desta retrospectiva grata por fazer parte desta maravilhosa Família Godllywood .

Andréa Luiza Responder 22 Dezembro, 2015 às 22:01

Esta foi uma reunião que nos trouxe muitos frutos, aprendemos a conquistar as mudanças que almejamos alimentando o nosso espírito e deixando de alimentar a nossa carne, isto é, os pensamentos que nos puxam para baixo, os maus sentimentos e comportamentos.
Sabemos que o próximo ano será de muitas outras conquistas em busca de nos tornarmos mulheres melhores a cada dia.
O Godllywood está mudando o nosso interior a consequentemente as nossas vidas!

Claudia lopes cenaculo porto Responder 23 Dezembro, 2015 às 22:32

A retrospetiva para mim foi uma noite inesquecível quer nos testemunhos assim como na palavra que a Dona Cristina passou, cabe a cada uma de nós fazer a melhor escolha, viver na carne ou no Espirito.
Se eu viver o alimento das coisas da carne irei colher esses frutos e em nada me acrescentam, mas se eu me inclino para os frutos do Espirito vou colher com certeza os frutos que me iram trazer paz, equilíbrio emocional, entendimento, realização pessoal etc.
É um privilegio pertencer a esta família GODLLYWOOD vale sempre a pena sacrificar cada dia em ser humilde e de reconhecer os nossos erros e quere mudar.

Ana Ribeiro Responder 24 Dezembro, 2015 às 10:41

Olá a todas !

A retrospectiva do Godllywood foi um marco na minha vida e tenho a certeza que também foi na vidas de todas que estiveram presentes, pois foi uma reunião muito direta e explícita .
Muitas das vezes achamos que a melhor forma é fugir dos problemas é fugir daquilo que mexe connosco, mas se eu não enfrentar o meu problema, se eu não enfrentar aquela situação , ainda que aos meus olhos pereça enorme, eu nunca a vou superar . E quando estamos focadas, inclinadas para as coisas do Espírito nós temos forças para superar tudo.

Maria soares Responder 24 Dezembro, 2015 às 14:40

A retrospetiva de 2015 foi um marco na minha, aprendi muito, desde os testemunhos dados. Ate a palavra. Aprendi que devo sempre alimentar o espirito e nao a carne.
Sem duvida me identifiquei com os testemunhos dados.

Mia Oliveira Responder 25 Dezembro, 2015 às 19:38

A retrospectiva godllyoowd 2015 foi marcante na minha vida pois foi através da orientação e do acompanhamento que me foi dado é que hoje me sinto uma nova pessoa ,enfrentei desafios e batalhas mas valeu a pena hoje me sinto uma pessoa mais forte e segura ,sei que ainda muita coisa tem que ser mudada, em mim mas Deus me vai capacitar para alcançar todas as metas e objetivos obrigada D.Cristina por cada ensinamento .

mia oliveira Responder 25 Dezembro, 2015 às 20:35

Boa tarde ?
A retrospectiva godllyoowd 2015 foi uma palestra muito marcante para mim ,pois me revi em cada testemunho e cada palavra que foi dada ! E me fez ver e entender que já superei coisa ,mas que ainda tenho algo para superar ,aprendi o segredo é não duvidar porque quando duvidamos deixamos as emoções dominarmos e envolvemos com coisas que só nos prujidicam e estamos alimentar a nossa carne , mas as nossas atitudes e que nós impedem e nos afastam de Deus !mas quando expulsamos o mal da nossa vida não toleramos as nossas vontades o nosso eu ,submetemo-nos a vontade de Deus então passamos alimentar o nosso Espírito que se fortalece e aí descobrimos a força interior que estava adormecida dentro de nós e foi através do magnífico trabalho do godllyoowd que eu descobri a força interior que eu tinha dentro de mim obrigado por cada palavra e cada ensinamento .

Diana Silva Responder 26 Dezembro, 2015 às 19:50

Depois de um ano de virtudes, descobrindo novas virtudes, fortalecendo ou relembrando outras, veio a retrospectiva desse ano para me fazer ver o quanto ainda falta para sempre desenvolver e nunca parar de DAR, sem esperar nada em troca, sem medo, quebrantando o meu orgulho, para que possa nesse novo ano e desde já desenvolver o Espirito de Excelência, que nunca se conforma com “migalhas”, mas que busca sempre “ir além”, ir fundo dentro de mim mesma, sem ficar olhando para o que me rodeia, sem dar desculpas para o meu fracasso, mas vencendo para superar o meu futuro e deixar Deus me surpreender.

Eu amo fazer parte dessa Obra, incluindo a família Godllywood, que muito me tem ajudado e as mulheres que se dispuseram a ser melhores para Deus.

Catarina Henriques Responder 27 Dezembro, 2015 às 21:12

Boa noite

A retrospectiva 2015 foi algo muito marcante, pois me fez rever, meditar em muitas coisas, que perguntava o porquê daquele sentimento persistir, porque de facto eu vivia alimentando as coisas da carne “alimentando aquele sentimento”, em vez de usar a fé, alimentar me das coisas do Espírito.

E isso é algo que deve ir praticando diariamente, pois sentimento, emoção vai vir, agora cabe a mim alimentar ou usar a fé.
Porque muitas das vezes posso pensar que já derrubei aquele sentimento, mas na verdade vem camuflado de outra forma.

leontina Santos Responder 28 Dezembro, 2015 às 23:02

Boa noite
A retrospectiva 2015 para mim foi marcante .Já no começo com os depoimentos me identifiquei com algumas situações ali mencionadas e que me fizeram pensar em quem eu tenho sido.Depois com a palavra dada pala Dª Cristina houve alguns pontos muito importantes para mim .Por exemplo:um ponto muito importante foi quando a D Cristina disse que «quando me custa falar de algo é porque ainda não curei isso dentro de mim»mais uma dica importante para eu me conhecer melhor.Temos de estar sempre atentas as nossas reações para vermos se estamos sendo levadas pelos nossos sentimentos .Os sentimentos levam-nos a tomar atitudes erradas e como consequência dessas atitudes acabamos colhendo a frustração para nossa vida. Tive a excelente oportunidade de refazer os meus votos com Deus e consertar o que estava errado ,podendo assim terminar este ano bem e começar um novo ano melhor ,decidida a ter um espírito excelente .É um enorme prazer fazer parte desta família que é o Godllywood.

Sónia Vieira Responder 30 Dezembro, 2015 às 17:32

Foi o momento de agradecer a Deus, pelo cuidado e oportunidade com que me privilegiou neste ano de 2015 através do trabalho Godllywood. Foi momento de relembrar que somos uma obra inacabada… e sempre devemos estar alertas. As minhas escolhas são o ponto de partida para tudo na minha vida. É de minha responsabilidade a batalha de contrariar o meu comodismo, ultrapassar a linha da minha zona de conforto. Eu decido e escolho. Tudo o que vivi, aprendi e reaprendi neste ano de 2015, não é passado! Devem ser uma constante na minha vida e servirão como alicerce para algo maior. Para quem tem duvidas acerca deste trabalho, fica o desafio: desafie-se a si própria.