Você tem levado Deus a sério?

A fama do povo de Israel chegou a todos os cantos. Antes, eram apenas escravos no Egito, percorreram por 40 anos o deserto e agora estão próximos de conquistar Canaã, a “terra prometida”.

abre.300x200

Para isso, primeiro, eles precisariam eliminar os inimigos. Assim, aceitaram o desafio de vencer a cidade de Jericó, que era fortificada e possuía grandes muralhas – algo inimaginável para qualquer exército.

Entretanto, isso apenas foi possível, porque Deus estava com eles e garantia a vitória. De tal modo, que os israelitas ganharam a batalha de um jeito inesperado: marcharam e tocaram trombetas até as muralhas caírem.

Os povos ao redor ficaram aterrorizados e o alvo seguinte era a cidade de Ai. Josué, que havia sido escolhido por Deus para liderar Israel, pediu para que os espiões se infiltrassem na cidade e trouxessem informações úteis para a estratégia de ataque.

Confiantes, os espiões disseram para Josué enviar apenas 3 mil homens, porque Ai não era forte. Todos esperavam uma vitória rápida – mas não foi o que aconteceu.

Mesmo aparentando ser fraca, Ai forçou o exército de Israel a recuar e matou 36 homens de Josué.

Quando retornaram, os guerreiros estavam abalados e desmotivados. Então, Josué buscou em Deus uma resposta para aquela derrota, afirmando que a vergonha não era apenas do povo, mas também dEle.

Josué rasgou suas vestes, juntamente com os sacerdotes, e colocou o rosto no chão, diante da Arca da Aliança, e cobriu a cabeça com terra.

Depois, ele disse: “Ah! SENHOR Deus, por que fizeste este povo passar o Jordão, para nos entregares nas mãos dos amorreus, para nos fazerem perecer? Tomara nos contentáramos com ficarmos dalém do Jordão. Ah! Senhor, que direi? Pois Israel virou as costas diante dos seus inimigos! Ouvindo isto os cananeus e todos os moradores da terra, nos cercarão e desarraigarão o nosso nome da terra; e, então, que farás ao Teu grande Nome?” (Josué 7.7-9)

Logo, Deus pediu para que Josué se levantasse e afirmou que Israel havia pecado contra Ele. Pois o povo havia desobedecido à ordem de não pegar objetos dos outros povos, por isso, consequentemente, estaria fadado à derrota se continuasse a mantê-los consigo.

O Senhor deu ordem para que Josué convocasse a todos no dia seguinte, a fim de descobrir quem havia pecado roubando utensílios de outros povos. Foi assim que Josué descobriu que tinha sido Acã, um soldado da tribo de Judá, que durante a batalha de Jericó, em vez de entregar os materiais para a oferta ao Senhor, guardou em sua tenda. Um desses materiais era uma capa babilônica – por isso hoje existe a expressão “capa de Acã”, quando alguém se refere a um presente que traz maldição.

Em consequência, Acã, sua família e seus objetos foram destruídos pelo povo de Israel.

Obediência a Deus

Deus pede que Seus filhos sejam obedientes à Sua palavra. Antigamente, como vimos na história de Acã, as consequências do pecado eram pagas com a vida. Hoje, porém, não é assim, mas ainda podemos ser prejudicados pelo pecado.

Há pessoas que percebem suas vidas “amarradas”, estagnadas, presas em uma situação de derrota, e, assim como Josué, questionam-se dos motivos de suas dores. Contudo, é preciso que se faça uma análise de como tem sido sua conduta em relação aos ensinamentos de Deus, para que a situação mude e a glória dEle venha se materializar em conquistas.

Enquanto não se elimina o que distancia Deus de nós, a vergonha permanecerá enraizada e a vitória longe de ser conseguida.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *