Notícia

Maior grupo terrorista do mundo não é o Estado Islâmico

Internacional, Sem Categoria |

BokoHaramEnquanto a maior parte da atenção da mídia foca nos atentados na Europa e nos bombardeios no Oriente Médio, o continente africano vive um drama que envolve um número muito maior de pessoas. Estima-se que a guerra na Síria e no Iraque matou desde 2011 cerca de 300 mil pessoas e gerou cerca de dois milhões de refugiados.

Segundo a ONU, após o surgimento do Boko Haram, mais de 2,5 milhões de pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas no norte da África desde 2013. Oficialmente, os extremistas baseados na Nigéria são o grupo terrorista mais mortífero do mundo. Em 2014, foi responsável por 6.664 mortes, mais que o Estado Islâmico, que matou 6.073 pessoas no mesmo período.

Essa foi a conclusão da pesquisa Índice de Terrorismo Global, realizada pelo Institute for Economics and Peace. O instituto, que monitora ataques globalmente, afirma que o Estado islâmico e o Boko Haram foram responsáveis ​​por metade de todas as mortes causadas pelo terrorismo. Ambos são conhecidos por visar principalmente os cristãos em seus ataques.

Enquanto o mundo lamentava as 132 vidas perdidas em Paris em 13 de novembro, o Boko Haram matou pelo menos 50 pessoas em dois ataques em menos de 48 horas na Nigéria. Em 17 de novembro, um ataque suicida em um mercado de vegetais e no dia seguinte, atentado similar em um centro de telefonia popular.

De acordo com fontes locais, duas mulheres-bomba foram as responsáveis pelos ataques, que deixaram centenas de feridos. Mas pouco se falou sobe isso na mídia.
O presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, que é muçulmano mas prometeu erradicar a insurgência islâmica, condenou os ataques. De fato, o governo já se mostrou impotente para lidar com os extremistas que atuam no norte da Nigéria, além dos países vizinhos do Chade, Camarões e Níger.

Apesar de atuarem em regiões distantes, o Boko Haram jurou lealdade ao Estado Islâmico em março de 2015, chamando a si mesmos de Estado Islâmico da África Ocidental. Se combinados, os dois grupos jihadistas são responsáveis por 51% de todas as mortes relacionadas ao terrorismo do mundo.

Fonte: gospelprime.com.br

Estar seguro

É devido ao aumento da atividade terrorista e da violência em todo o mundo que o Centro de Ajuda trabalha arduamente a favor da união, proteção e paz entre todos os povos, raças e etnias.

Participe hoje pelas 20h num encontro especial realizado pelo sr. bispo Macedo no Templo Maior em Lisboa. Não perca esta oportunidade!

Templo Maior
Rua Dr. José Espírito Santo 36
Marvila, Lisboa

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *